31 de dezembro de 2017

MÚSICA | PLAYLIST DA SEMANA #100:

Hey pessoal, tudo bom com vocês, espero que sim. Hoje estou aqui para postar a última playlist do ano, mas não pensei em nenhuma especial, por isso peguei algumas músicas aleatórias e a maioria já passou por aqui. Bom espero que vocês tenham um Feliz Ano Novo e Feliz 2018.


28 de dezembro de 2017

Quotes da Semana | Nunca Olhe Para Dentro - Amanda Ághata Costa:

Estava começando a fazer a resenha do livro Nunca Olhe para dentro e tinha tantos quotes lindos que não resisti, por isso resolvi fazer um poste só pra eles, bom ainda nem finalizei a resenha do livro.

" A vida é que ensina da pior maneira que as teorias nem sempre funcionam na prática. Se você espera carinho, muitas vezes recebe o desprezo. Se precisa de segurança, lida com agressões e abandono. Comigo, a prática foi exatamente assim."
"Ninguém é perfeito. Não há só uma pessoa que não erre pelo menos uma vez por semana. O que diferencia nossos erros e acertos, é a responsabilidade que tomamos pelas nossas falhas. A decência de admitir a incapacidade de ter acertado nos dá o maior dos créditos, o caráter."
" [...] Já naquela época eu aprendi que o verdadeiro sucesso não se trata de contar quantas vezes as coisas dão certo, mas saber aproveitar mesmo quando elas não dão. Eu amava minhas lembranças como poucos lembravam de amar."
"[...] Uma simples palavra pode mudar todo um contexto, assim como uma noite pode destruir todos os planos de uma vida. "Nunca olhe para dentro."
" O que é bonito não precisa de retoques, pode ter qualquer aparência, pois o que está escondido por trás do que se vê, é onde juntamente ele se mostra mais bonito."
" A vida é a maior das aventuras selvagens e não oferece nenhum tipo de garantia. É pegar ou largar.
"Crescer machuca. Crescer exige deixar muitas características pelo caminho. Você não pode crescer e carregar tudo consigo. Ou deixa para trás, ou segue em frente."
"Ninguém nasce preparado para perder, não importa o que seja. Todos nascem com o intuito de ganhar. Ganhamos mais experiências, mais desejos, mais momentos, ganhamos tudo o que todos ganham. Agora, quando nos deparamos com a perda, nunca estamos prontos para ela. Tentamos adiar ao máximo."
"Um escritor que coloca sua alma para fora através de seus textos, um pintor que se doa a cada pincelada em uma tela, um músico que se entrega às suas canções e não escuta nada além da sua própria voz, é uma magia concedida a uma pequena parcela da humanidade."
"As nossas escolhas não definem apenas quem nos tornamos, como também as pessoas que vão permanecer ao nosso lado."
"Não sejam passivos. Não fechem os olhos. A violência está no meio de nós, dentro das casas, escondidas por trás dos sorrisos."
"O mundo precisa de pessoas que queiram ser melhores, não de mais pessoas que se acomodam e acham que ser pior é o bastante." 

27 de dezembro de 2017

[TAG] MADE IN BRAZIL

Hey pessoal, faz tempo que não apareço com uma tag por aqui e essa eu vi no blog Queria estar lendo já faz um tempinho e só lembrei de responder ela essa semana.


Primeiro livro brasileiro que você leu.
Não lembro qual foi o primeiro livro nacional que li, por isso escolhi um do monteiro lobato, mas confesso que não lembro se foi o que selecionei que li já faz mais de 10 anos que li e minha memória não é tão boa.


Sinopse: O livro narra as primeiras aventuras que acontecem no Sítio do Picapau Amarelo e apresenta Emília, a boneca de pano tagarela e sabida, Tia Nastácia, famosa por seus deliciosos bolinhos, Dona Benta, uma avó muito especial, e sua neta Lúcia, a menina do nariz arrebitado. Lúcia, mais conhecida como Narizinho, é quem transporta os leitores a incríveis viagens pelo mundo da fantasia.Tudo começa com uma inesperada visita da neta de Dona Benta ao Reino das Águas Claras e com a chegada de seu primo, Pedrinho, ao Sítio do Picapau Amarelo para mais uma temporada de férias. Depois do passeio pelo Reino das Águas Claras, as reinações de Narizinho ficam ainda melhores. As crianças se divertem fazendo o Visconde com um sabugo de milho e planejando o casamento de Emília com o leitão Rabicó.

Um livro pouco conhecido que você gostaria que fosse best-seller.
Na verdade é uma trilogia que gosto muito chamada Carta, a sinopse do primeiro livro está abaixo.

Sinopse: "Todo dom pode ser uma bênção ou uma maldição..." Quando Faith Connor recebe uma carta deixada por sua avó, após a morte da mesma, contendo um último pedido, ela não esperava que sua vida ganharia um rumo inesperado. Detentora de um dom especial de compreender as flores, cujos significados lhe fornecem visões de acontecimentos futuros, ela atende o pedido da avó, levando uma flor especial a seu túmulo e acaba conhecendo Rowan Allers, um homem atormentado pela morte da irmã, assassinada por um serial killer. Sentindo uma estranha conexão com aquela história, Faith o ajuda a investigar, sem nem saber que seus destinos estavam ligados de forma perigosa e até fatal.




Autor nacional que você recomenda pra todo mundo.
Sempre falo dos livros dessa autora por aqui, gosto muito da escrita dela que é a Denise Flaibam.


Jedi, escritora e fangirl nas horas vagas. Viciada em séries, videogame e tão cinéfila quanto se pode imaginar. Apaixonada por lobos, por chocolate, por atores que destroem corações e pelo cheiro de livros. Já navegou por mares desconhecidos, se aventurou em terras fantásticas e participou de um apocalipse zumbi; com o coração aventureiro e a mente cheia de ideias, seus livros contam sobre histórias que gostaria de viver e sobre personagens que gostaria de conhecer.





Livro que você leu mais de uma vez.
Por enquanto dos livros Nacionais que li, só li uma vez, mas quem sabe pois tem uns que adoro e seria bom ler outras vezes.


Último livro nacional que você leu.
Terminei de ler ele essa semana, é gostei da história, a personagem dela teve que ser muito forte.

Sinopse: Nem sempre a vida é colorida como um quadro ou suave como uma pincelada, às vezes é o contrário de tudo isso. Depois de perder os pais em um acidente de carro aos oito anos, a única coisa que Betina precisa fazer é encontrar o responsável por ter destruído sua família na noite que daria início à sua próspera carreira como pintora. Agora, longe dos pincéis e das paletas, ela está focada em terminar a primeira graduação e procurar na justiça um pouco de consolo para o caos que o seu passado ainda traz. Ao lado de seus amigos e sob o teto de uma tia que a detesta, ela perceberá de que cores as pessoas são feitas, e do quanto é realmente necessário olhar para dentro de tudo aquilo que a assombra, mesmo que para isso precise passar por uma inesperada decepção.


26 de dezembro de 2017

Recebidos | Compras do Black Friday:

Hey pessoal, não ia gravar um vídeo com os recebidos, mas como minhas comprinhas do black friday chegaram resolvi gravar, se chegar mais algum ai mostro no próximo recebidos.
Bom a respeito do cenário eu sei que minha parede está feia, mas quero melhorar, inclusive uma das metas minha é ter um lugar bom pra gravar, uma câmera boa e falar de outras coisas além dos recebidos.



25 de dezembro de 2017

Resenha | O Encantador de Corvos (Ferinos #1) - Jacob Grey :

Tìtulo: O Encantador de Corvos (Ferinos #1)
Autor: Jacob Grey
Páginas: 256
Nota: 3/5
Skoob: Link

Sinopse:  Abandonado pelos pais. Criado por corvos. Caçado pela escuridão. Caw, abandonado pelos pais quando tinha apenas 5 anos, sobrevive sozinho numa cidade governada pelo crime. Mas ele não está desamparado- é o último representante da linhagem dos ferinos de corvos e tem o poder de comandar e conversar com as soturnas aves. Caw vive escondido em um ninho, no alto de uma árvore, no parque da cidade de Blackstone, até que uma fuga na prisão local o força a se revelar aos humanos... E à Lydia, a filha do diretor do presídio. Juntos descobrem que os fugitivos também são ferinos que planejam trazer seu temido líder, o Mestre da Seda, de volta da Terra dos Mortos. Para impedi-los, Caw e Lydia precisam encontrar os ferinos que se escondem pela cidade e convencê-los a mais uma vez lutar pelas forças do bem.
Opinião:
Ferinos é um livro Juvenil, fazia uns três meses que ele estava na minha estante e eu enrolava para ler apesar de não ser um livro muito grande,  achei o tema criado pelo autor bem interessante, bom pra quem quiser entender Ferinos são pessoas que entende/conversa com um tipo especifico de animal ou inseto e cada um tem o seu animal, ou seja, existe um que tem contato especificamente com cachorros, outro com cobras e assim por diante, inclusive o protagonista dessa história o Caw é o Ferino dos Corvos e só sua família é responsável pelos corvos, mas é um dom que é passado para o próximo da linhagem conforme o que possui o dom atual falece. (ficou meio confuso essa parte, mas tentei explicar pela forma que entendi).
Voltando ao protagonista Caw é um garoto de 16 anos que cresceu sozinho no meio de muitos corvos, por isso ele não teve uma instrução necessária para se comportar na sociedade, ele se virava da forma que podia, seus melhores amigos eram corvos, mas ele acaba conhecendo alguns humanos e um deles é Lydia uma garota insistente que não aceita não como resposta e esses dois acabam se metendo em uma aventura perigosa atrás de respostas, algumas fazem parte do passado. O Caw começou a história solitário, mas acabou descobrindo sua origem, encontrando outros parecidos com ele, um personagem que aprendeu a receber carinho de outras pessoas.
Esse é um livro bem curto e com letras grandes, mas uma história envolvente e confesso que não sabia o que esperar da história, mas curti a escrita do autor e a ideia dele,  é um livro indicado para qualquer idade. Eu não sei se é uma trilogia ou uma série, mas apesar de ter curtido a leitura não fiquei curiosa para o próximo volume, não compraria a continuação, mas caso acontece de ganhar ou encontrar o e-book acho que leria.
A resenha é curta, pois como falei o livro não é muito grande então fica complicado fazer uma resenha com mais detalhes sem revelar spoiler.

“Tem uma coisa ruim chegando. Uma coisa muito ruim.” 

23 de dezembro de 2017

MÚSICA | PLAYLIST DA SEMANA #99:

Hey pessoal, tudo bom com vocês espero que sim. Bom uma nova playlist como de costume, esse ano não estou no clima para o natal por conta de alguns acontecimentos, por isso não fiz uma playlist especial para a época, mas espero que curtam e eu desejo adiantado um Feliz Natal.


21 de dezembro de 2017

TOP 5 | Favoritos de 2017

Hey pessoal, esse ano não li todos os livros que queria, mas felizmente as minhas leituras desse ano a grande maioria foram boas, espero que em 2018 seja assim também.


Sinopse: West Yorkshire, 1977. Um assassino em série está aterrorizando o pequeno condado inglês, e a polícia encontra dificuldade em resolver o caso – mesmo tendo interrogado o assassino (sem o saber) nada menos que nove vezes. Enquanto a história se desenvolve ao seu redor, Una, então com 12 anos, vivencia uma série de atos violentos pelos quais se culpa. Por meio de um entrelace de imagem e texto, Descontruindo Una examina o significado de se crescer em meio a uma cultura na qual a violência masculina não é punida ou questionada. Com uma retrospectiva de sua vida, Una explora sua experiência e se pergunta se algo realmente mudou, desafiando a cultura que exige que as vítimas de violência paguem por ela



Desconstruindo Una é uma graphic novel que li logo no inicio de 2017, é uma história pesada tratada com delicadeza, pois fala de abuso infantil e tudo que se passou na vida da personagem, esse livro é baseado na história real da autora, é como se fosse seu diário pessoal.


20 de dezembro de 2017

Quotes da semana:

Hey pessoal, tudo bom com vocês? espero que sim, bom tenho novidades, hoje eu encerrei o estágio que fazia e recebi a noticia que todos os estagiários serão contratados, com isso pra facilitar  e não deixar o blog tão parado mesmo fazendo os postes no final de semana pra postar durante a semana, vou procurar um colaborador, vou fazer primeiro a proposta para uma amiga e ver se ela aceita.
" Às vezes você fica tão presa na própria cabeça que não... Bem, você não vive de verdade. [...] é só que às vezes acho que você perde o que está acontecendo ao seu redor, porque está preocupada demais com o que os outros estão pensando sobre você e suas escolhas." (O Problema do Para Sempre-Jennifer L. Armentrout)
"Se alguém estivesse prestando atenção aos sinais, teria percebido que o ar fica esbranquiçado quando as coisas estão prestes a acontecer, os cortes de papel significam que há mais coisas escritas na página, palavras que os olhos não podem ver, e os pássaros estão sempre a postos, para protegê-lo daquilo que você não vê." (O Pessegueiro -Sarah Addison Allen)
"Era só uma questão de tempo até que tudo viesse à tona. Segredos nunca permanecem sepultados, independentemente do esforço que você faça." (O Pessegueiro -Sarah Addison Allen)
"Sempre há alguma coisa para descobrir  - sugeri"  ( Lock & Mori -  Heather W. Petty)
"Não acredito nas pessoas, mas, para abalar com minhas convicções, existem os... atos de bondade. (...) Os atos altruístas enfraqueciam as minhas crenças e, por mais que eu resista, insistem em me surpreender." (13 - FML Pepper)

19 de dezembro de 2017

Resenha | O Problema do Para Sempre - Jennifer L. Armentrout:

Título:  O Problema do Para Sempre
Autora: Jennifer L. Armentrout
Páginas: 392
Notas: 5/5
Skoob: Link

Sinopse: Mallory viveu muito tempo em silêncio. Mas o destino lhe reserva um novo desafio. E ela percebe que está na hora de encontrar a própria voz  Já na infância, Mallory Dodge percebeu que só poderia sobreviver se ficasse calada. Teve que aprender a ficar o mais quieta possível. Aprendeu a passar despercebida. A se esconder. Mas agora, após ter sido adotada por pais amorosos e dedicados, ela precisa enfrentar um novo desafio: sobreviver ao último ano do Ensino Médio numa escola de verdade. O que Mallory não imaginava é que logo no primeiro dia de aula daria de cara com um velho amigo que não via desde criança, quando viviam juntos no abrigo. E começa a notar que não é a única que guarda cicatrizes do passado, além de uma paixão adormecida e inevitável.
Opinião:
 Hey pessoal, faz uma semana que terminei a leitura desse livro, mas só hoje consegui trazer ela para vocês. Esse é o segundo livro que leio da autora e nenhum foi da saga lux da qual ela é muito conhecida. Bom nessa história conhecemos  Mallory uma garota de 16 anos que irá para escola pela primeira vez depois de 4 anos sem ir em uma por conta de algumas coisas pesadas que aconteceram em sua infância e ela acaba reencontrando Rider um garoto que morava no mesmo lar que ela e que acabaram se separando, ela teve sorte já que foi adotada por uma boa família,  ele não foi adotado mais foi para um lar que apesar das dificuldades são boas pessoas. Os dois eram melhores amigos e viviam juntos em uma situação difícil, eles precisam aceitar que o passado não pode mudar, principalmente a família da Mallory que precisa aceitar o passado para seguir em frente.

" Às vezes você fica tão presa na própria cabeça que não... Bem, você não vive de verdade. [...] é só que às vezes acho que você perde o que está acontecendo ao seu redor, porque está preocupada demais com o que os outros estão pensando sobre você e suas escolhas."
Gente essa é uma história mega envolvente e gostei de mais do livro da autora, nele temos a Mallory que é uma garota fechada, com dificuldades de se expressar e de interagir com as pessoas, muitos chegam a pensar que ela é muda, quando ela começa a estudar em uma escola acaba que ser um desafio cheio de obstáculos que ela vai enfrentando e vencendo aos poucos, além de começar a  confiar nas pessoas e a personagem acaba evoluindo no decorrer da história, ela cria forças e aprende a ser ela mesma para seus pais adotivos. Apesar de ser uma personagem frágil, ela precisou ser muito forte para sobreviver a uma infância difícil e tudo foi retratado de uma forma delicada.
Já o Rider adora ajudar as pessoas, mas tem dificuldade para imaginar um futuro e acreditar no seu talento, ele tenta esquecer os problemas ajudando os outros e se for ver bem ele está bem quebrado, mas ninguém ao seu redor percebe isso, gostei bastante do personagem, ele não é um bad boy, é respeitoso, amoroso, ou seja, um bom rapaz. Eles desenvolvem um romance simples, delicado e os personagens se amam e juntos tentam superar seus problemas.
Gente esse livro merecia uma resenha mil vezes melhor, mais não me sinto na capacidade de escrever uma boa, pois a dificuldade é grande, mas O Problema do Para Sempre é um livro com temas como abuso infantil, adoção e que apesar de tudo que os personagens passaram a história transmite tudo de uma forma delicada e que se desenvolve aos poucos conforme os personagens vão vencendo os seus medos.
É bom ler um livro em que as informações vão aparecendo quando necessários e não jogados para o leitor tentar decifrar,  super indico a leitura.

"Rider tinha dito que nada é para sempre, mas algumas coisas, algumas cicatrizes, são profundas demais para desaparecer."
 "Nós todos acreditamos ter a garantia de que as coisas que amamos vão durar para sempre. Mas o problema do para sempre é que ele realmente não existe." 



16 de dezembro de 2017

Música | Playlist da semana #98:

Hey pessoal, tudo bem com vocês, espero que sim. Estou de volta com mais uma playlist da semana em mais um dia de calor que dá pra fritar um ovo no chão de tão quente, na onde vocês moram também está muito quente?

14 de dezembro de 2017

Lançamentos | Galera Record - Novembro e Dezembro:

O último poste de lançamento da Galera Record, alguns livros estão bem interessantes. Bom pessoal essa semana to tendo que ir para o estágio nos dois períodos, não postei antes, mas agora estou postando aqui.



Sinopse: O quarto volume da série Magisterium, uma saga de cinco livros de fantasia co-escrita pelas autoras best-sellers Holly Black e Cassandra Clare.série é uma fantasia urbana, onde um universo de magia coexiste com nosso mundo. Neste quarto livro da saga, Black e Clare nos levam para além do domínio dos vivos em uma viagem em direção aos perigos da morte. Agora Call é um dos mais temidos estudantes da história do Magisterium, conhecido como o Inimigo da Morte, o Suserano do Mal, considerado culpado pela morte do melhor amigo e estopim de uma constante ameaça de guerra. E quando ele é libertado da prisão por aliados improváveis, interessados em seu poder sobre a magia do caos, ele se vê envolto em uma trama de mentiras e intrigas, e precisa decidir o que fazer com o próprio poder.



Sinopse: Um Assassino implacável percorre o país. Sua missão: encontrar e destruir os últimos membros de uma ordem antiga, os Medjay, e erradicar sua linhagem. Bayek sempre soube que seu destino estava em Siuá. Ele se tornará protetor da cidade, assim como o pai. Mas, quando um mensageiro misterioso chega à cidade, sua espera pacífica chega ao fim. O protetor parte imediatamente após receber a mensagem, deixando para trás um rastro de perguntas e incertezas. Bayek então inicia uma jornada em busca de respostas. Enquanto ele segue o Nilo em sua procura, por todo o país uma conspiração se desenrola. A Ordem descobre movimentos que indicam que os Medjay, os protetores da antiga crença, ainda resistem e ameaçam as mudanças que se espalham pelo Egito. Um Assassino é então convocado com o objetivo de destruir toda a linhagem Medjay. O antigo e o novo travam uma batalha silenciosa e sangrenta enquanto vemos nascer a primeira faísca da guerra entre os Assassinos e os Templários.

13 de dezembro de 2017

Recebidos | Outubro 2017:

Hey pessoal, tudo bom com vocês?, espero que sim. Bom eu acabei demorando para postar o vídeo no youtube, mas antes tarde do que nunca, esse vai ser o último vídeo de recebidos do mês, quero ver se consigo atualizar mais aqui já que é minha última semana de prova na faculdade se eu não pegar exame.
Gente semana passada queria ter postado mais, mas aconteceu uma fatalidade na minha família que ainda não consigo acreditar um primo de terceiro grau próximo faleceu de acidente de moto, a mãe dele não merecia passar por uma nova perda, por isso não estava com tantas condições de postar . 


Resenhas:
13
Lock & Mori
O pessegueiro

11 de dezembro de 2017

Resenha | O Pessegueiro - Sarah Addison Allen:

Título: O Pessegueiro 
Autora: Sarah Addison Allen
Páginas: 256
Nota: 5/5 
Skoob: Link

Sinopse: Willa Jackson vem de uma antiga família que ficou arruinada gerações antes. A mansão Blue Ridge Madam, construída pelo bisavô de Willa durante a época área de Walls of Water, e outrora a mais grandiosa casa da cidade, foi durante anos um monumento solitário à infelicidade e ao escândalo. Mas Willa soube há pouco que uma antiga colega de escola – a elegante Paxton Osgood – da abastada família Osgood, restaurou a Blue Ridge Madam e a devolveu à sua antiga glória, tencionando transformá-la numa elegante pousada. Talvez, por fim, o passado possa ser deixado para trás enquanto algo novo e maravilhoso se ergue das suas cinzas. Mas o que se ergue, afinal, é um esqueleto, encontrado sob o solitário pessegueiro da propriedade, que com certeza irá fazer surgir coisas terríveis. Pois os ossos, pertencentes ao carismático vendedor ambulante Tucker Devlin, que exerceu os seus encantos sombrios em Walls of Water setenta e cinco anos antes, não são tudo o que está escondido longe da vista e do coração. Surgem igualmente segredos há muito guardados, aparentemente anunciados por uma súbita onda de estranhos acontecimentos em toda a cidade.
Opinião:
Uma vez li uma resenha mega positiva desse livro e fiquei curiosa para ler, então quando surgiu a oportunidade de solicitar por troca no skoob não perdi, recebi ele em outubro e só li recentemente, mas adorei peguei o livro para ler umas 20:00 da noite e terminei umas 3:00 da madrugada, a história me conquistou logo nas primeiras páginas, pois além do romance a história ainda apresenta um pequeno suspense a respeito de uns ossos encontrados na antiga propriedade de sua avó .
Willa é dona de uma loja de artigos esportivos e que vende café também, sua avó vem de uma família que já foi muito rica que faliu e dela restou uma casa que ela nunca entrou e sempre olho de longe, mas agora a família de uma antiga colega de escola chamada Paxton comprou a casa para transformar em um hotel, o que revelou segredos que estão escondidos há algumas décadas e que também trouxe pessoas de volta. Uma história que fala sobre a amizade de duas pessoas no passado e o futuro dos netos de duas mulheres. Amizade, mistério, amor, sentimentos e encontrar o lugar que pertencem fazem parte dessa história envolvente.

"Era só uma questão de tempo até que tudo viesse à tona. Segredos nunca permanecem sepultados, independentemente do esforço que você faça."
Willa é uma mulher com 30 anos e dona de uma loja, sempre olhou de longe a antiga casa de sua avó, na juventude ela era a rainha das pegadinhas e sempre se divertia, mas quando ficou mais velha acabou ficando na cidade que queria fugir e perdeu a essência da sua juventude, agora ela vive uma vida pacata só na sua loja e em casa, sua balada é lavar a roupa ou limpar a casa, mas sua rotina muda quando ela reencontra Colin, eles estudaram na mesma escola, mas nunca foram próximos só que da pra perceber que ele sentia algo por ela e nunca à esqueceu,  eles começam a conversar e o romance vai se tornando natural entre eles, mas a história também fala do passado da avó deles dois que eram amigas na juventude e que o nome delas aparecem no mistério que surgiu. Gostei da personagem, no inicio ela era meio que solitária, mas foi se aproximando do Colin e da Paxton , além de descobrir as intensões de seu pai antes de falecer e do passado de sua avó. Ela se preocupa muito com as outras pessoas, mesmo que não sejam próximas e por conta disso acabou se aproximado de Paxton,
Paxton tem 30 anos e ainda vive na casa dos seus pais controladores, no caso a mãe , gente a mulher não pode nem comer direito o quer quer por ter mais curvas que a mãe já fica no pé, ela não tem muito autoestima, ela que está trabalhando com a reforma Blue Ridge Madam. A Paxton possui uma paixão pelo seu melhor amigo, mas guarda pra si mesmo esse sentimentos, já que acha que ele é gay e os dois se dão super bem, ela é irmã do Colin . Bom por conta do mistério ela e a Willa se aproximam e acabam se ajudando se tornando boas amigas.

Minha resenha não ficou boa como a história merecia, mas não conseguia escrever ela. Adorei a escrita da autora e já quero ler outros livros dela, eu senti uma delicadeza na história, além disso não tinha nada de mirabolante, gostei da cumplicidade entre amigos do passado e do presente,  com personagens que se aceitam da forma que são e que abrem seus corações para o amor, amizade e que segredos uma hora ou outra são descobertos. Bom senti uma sensação boa ao terminar essa leitura e super indico para vocês.

"O destino nunca lhe conta tudo de cara. Nem sempre lhe é mostrado o caminho de vida que você deve seguir. Mas se havia uma coisa que Willa aprendera nas últimas semanas era que, quando você realmente tem sorte, encontra alguém com o mapa."
"Se alguém estivesse prestando atenção aos sinais, teria percebido que o ar fica esbranquiçado quando as coisas estão prestes a acontecer, os cortes de papel significam que há mais coisas escritas na página, palavras que os olhos não podem ver, e os pássaros estão sempre a postos, para protegê-lo daquilo que você não vê."



7 de dezembro de 2017

Que tal uma Dica? #2

Hey pessoal, hoje estou de volta com o segundo poste dessa nova coluna e dessa vez como indicação separei um livro/ e-book mais leve.


Livro/E-book - Mônica e Enzo e Todos os Dias

Sinopse: Mônica gosta de rotinas. Ela aprendeu a evitar situações desconfortáveis por causa delas. Com dezessete anos, cinco irmãos, um talento nato para a fotografia e uma paixão antiga pelo Enzo, o maravilhoso goleiro do time da escola, Mônica está muito bem, obrigada. Contudo, um mal entendido coloca Mônica como fotógrafa oficial dos jogos, o que significa encontrar com o astro do time de futebol, consequentemente o amor da sua vida (e o fã clube alucinado dele) várias vezes no dia. Passos bem calculados se tornam uma sequência de incidentes inesperados, como encontros nas festas da escola e sorrisos apaixonados. Espera aí... O Enzo, apaixonado por ela? De repente, Mônica precisa lidar com as reviravoltas da vida adolescente, coisas que até então tinha conseguido evitar. Mônica e Enzo e Todos os Dias é a história de um amor surpreendente e cheio de possibilidades. Será que a Mônica vai conseguir fugir dos seus medos para viver esse primeiro amor?
Essa é uma história leve e gostosinha de se ler, sobre o amor na juventude escolar, os protagonistas são fofos, o Enzo apesar de ser jogador e popular não é nada metido e se da bem com todo mundo, eu gosto muito da escrita da autora Denise Flaibam, além disso é um e-book Nacional.

5 de dezembro de 2017

Parceria | Autor Jean Valens:

Hey pessoal, é um prazer anunciar uma nova parceria com autor por aqui, estou lendo bastante resenhas positivas dos livros deles.

Nascido em 2 de Setembro de 1990 em Goiânia-GO, Jean Valens Veloso Rodrigues começou a escrever a historia de Darkham em 2010, época que ainda cursava Direito na PUC/GO. Conforme o tempo passou, o roteiro de sua obra evoluiu até que pudesse chegar a este 1 volume da obra. Sua inspiração veio através de alguns quadrinhos como The Punisher, Batman, Pulp Fiction (O Aranha, Besouro Verde e O Sombra) e filmes do gênero. Hoje Jean Valens é Advogado graduado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC/GO), Contador graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Católica dom Bosco (UCDB), Especialista em Planejamento Triburário pela Universidade Federal de Goiás (UFG), Membro da Comissão de Direito Tributário (C.D.T.) da OAB-GO, Membro da Comissão de Advocacia Jovem (CAJ) da OAB-GO, Integrante do Movimento de Acompanhamento das Causas Contábeis de Goiás (MACCGO), Articulista, Palestrante e Escritor.


Sinopse: Quando a Lei não consegue mais combater o crime, talvez um vigilante possa fazer toda a diferença. Isso é o que ocorre em Hollandon, uma importante cidade para assuntos internacionais e, amplamente, considerada a segunda capital cultural do mundo. Nela, acompanhamos a história de Jack Lewis, um empresário e vigilante, perseguido por agentes corruptos da Agência de Inteligência Centralizada (A.I.C.). Ele é incriminado por um assassinato e isso o leva a fugir das autoridades. Enquanto tenta provar sua inocência, não pode deixar de dar suporte a cidade na figura de Darkham, um vigilante honesto em meio a uma cidade corrupta e inescrupulosa. Sua jornada não será fácil, ainda mais quando Royal King quer ver o vigilante morto. King ainda designa Frank Tupelo, seu braço direito, a uma missão crucial para sua organização. Entretanto, quando o caminho de Tupelo cruza com o de Darkham, vidas são perdidas.

Onde encontrar o livro:




4 de dezembro de 2017

Resenha | Lock & Mori - Heather W. Petty:

Titulo: Lock & Mori 
Autora: Heather W. Petty
Páginas: 256
Nota: 4/5
Skoob: Link
*Cedido pela editora

Sinopse:  Um assassinato uniu Lock e Mori. A verdade pode separá-los para sempre  Uma pessoa foi assassinada no Regent’s Park, a polícia não tem pistas. Sherlock Holmes, um adolescente brilhante, desafia a jovem James Moriarty a resolver o crime antes que ele mesmo o faça. Existe uma única regra: devem compartilhar todas as informações que encontrarem. O que começou como um jogo divertido logo se torna assustador. À medida que se aproxima da solução do caso, Mori descobre que o assassinato está conectado ao próprio passado. Agora, a garota está guardando segredos de Sherlock, de sua família e da melhor amiga... E esses segredos podem trazer severas consequências. Para salvar aqueles que ama, Mori está disposta a acabar com tudo com as próprias mãos. Será que Lock ainda estará ao seu lado quando tudo estiver resolvido? Esse é um mistério que Mori não pode solucionar.
 Opinião:
Bom a capa desse livro não chama a atenção, mas eu acabei solicitando ele mesmo assim para a editora e gostei da história, claro que não chega a acontecer uma grande investigação, mas a história é envolvente e eu fiquei curiosa para saber o que iria acontecer.
Nessa história conhecemos Mori que é uma garota com uma família cheia de problemas, já que seu pai tem problema com bebidas e quem sofre com isso são seus irmãos e ela, ninguém da casa escapa da irá de um homem bêbado e que sente ódio da própria filha. E o outro personagem é Lock um garoto super inteligente que está preocupado com a mãe, ele logo que conhece a Mori, percebe que ela é como ele inteligente e esperta e acaba propondo um desafio que eles descubram quem foi o assassino do homem do parque e a única regra é compartilhar as informações, mas a Mori acaba quebrando a regra, pois todas as mortes que acontecem estão relacionadas com o passado de uma pessoa da família dela. 
Ela vai afundo na investigação desenterrando o passado, além da investigação ela vê em Lock seu porto seguro no momento, mesmo ele sendo um pouco diferente e acabam desenvolvendo um romance  que não é o foco principal da história.
O assassino é revelado bem antes do final, mas sua motivação pelos crimes é revelado no final, as informações iam sendo jogadas aos poucos por isso não foi difícil de descobrir, eu estava era curiosa para saber o motivo disso.
Lock e Mori são dois adolescentes inteligentes, espertos e um pouco problemáticos, mas se conectam. Como eu disse no começo a capa engana e a história é envolvente, quando foi pesquisar  a sinopse dele pra colocar na resenha acabei descobrindo que é uma trilogia, bom achei que o final foi bom e não via a necessidade de outros, mas já que li os primeiros se tiver chance quando foram publicados lerei eles. Bom Lock é apelido de sherlock e sim o protagonista se chama sherlock a mãe dele gosta de nomes diferentes.
A respeito da capa não gostei dos jovens que estão nela que parecem ser mais novos que os protagonistas dos livros.
 Lock & Mori  foi um bom entretenimento e fico feliz de ter dado uma chance a essa leitura, as vezes é bom ler histórias de investigações curtas e mais leves que alguns livros. Sei que não revelei muita coisa na resenha e que a história é curta então qualquer detalhe a mais é spoiler.

"O vazio da expressão dele devia ter me impedido de revelar mais, mas não havia mais nada dentro de mim para impedir as palavras."
"Sempre há alguma coisa para descobrir  - sugeri" 





2 de dezembro de 2017

Música | Playlist da semana #97:

Hey pessoal, mais uma playlist por aqui e pensa a pessoa que está feliz, já estamos em dezembro e falta pouco pras aulas acabarem se der tudo certo farei a última no dia 13 e enfim os trabalhos acabaram, falta pouco pra me jogar nas leituras atrasadas.

1 de dezembro de 2017

TOP 5 | Livros que iniciam com a letra D

Hey pessoal, nem ia postar hoje, mas ai tive essa ideia  de fazer um top 5 com  a letra D que é a inicial do meu nome Denise e foi meio difícil conseguir achar cinco livros que começam com a letra D. Essa semana foi cansativa, entrou uma nova etapa no estágio e a minha turma da faculdade fez um evento de palestra que durou dois dias e cansou pra caramba.



Sinopse: West Yorkshire, 1977. Um assassino em série está aterrorizando o pequeno condado inglês, e a polícia encontra dificuldade em resolver o caso – mesmo tendo interrogado o assassino (sem o saber) nada menos que nove vezes. Enquanto a história se desenvolve ao seu redor, Una, então com 12 anos, vivencia uma série de atos violentos pelos quais se culpa. Por meio de um entrelace de imagem e texto, Descontruindo Una examina o significado de se crescer em meio a uma cultura na qual a violência masculina não é punida ou questionada. Com uma retrospectiva de sua vida, Una explora sua experiência e se pergunta se algo realmente mudou, desafiando a cultura que exige que as vítimas de violência paguem por ela.

Essa é uma granpic novel, muito boa e revoltante já que a história são os relatos da própria autora pelo que ela passou na vida, mas tem belas ilustrações apesar da história triste.