31 de dezembro de 2015

[Resenha] A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista:


Título:Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista
Autor: Jennifer E. Smith
Páginas: 224
Skoob: Link
Sinopse: Com uma certa atmosfera de Um dia, mas voltado para o público jovem adulto, A probabilidade estatística do amor à primeira vista é uma história romântica, capaz de conquistar fãs de todas as idades. Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia.
Opinião:
A última resenha que posto em 2015, nem iria postar ela hoje, mas não queria deixar muitas resenhas para trás e por isso resolvi postar ela hoje, que ai só fica uma resenha de livro lido em 2015 para postar em 2016.
Não posso negar que eu tinha um pouco de relutância em ler esse livro, pois nem acredito muito nessas coisas de amor a primeira vista, mas sabia que não conseguiria fugir dessa leitura por muito tempo e nisso resolvi pegar ele emprestado com uma prima minha e simplesmente adorei essa leitura.
Em Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista conhecemos Hadley e Oliver dois jovens que estão embarcando para Londres com finalidades diferente. Hadley está indo para o casamento de seu Pai na qual faz mais de um ano que eles não se viam, ela ainda não aceita muito bem a separação dos Pais, mesmo fazendo quase dois anos e cada um seguindo seu rumo.


"- Nem todo mundo fica 52 anos juntos, e se ficam, não faz a mínima diferença se você faz uma promessa na frente de todo mundo. O importante é que você teve uma pessoa ao seu lado o tempo todo. Até mesmo quando tudo está dando errado.
Ele ri.
- Casamento: para quando tudo der errado. "
Não vou nem ficar enrolando se não conto a história toda. A Hadley está magoada com o seu Pai e por isso vai ao casamento contra a vontade e ainda diz odiar uma mulher que ela nem conhece, na viagem ela conhece o Oliver e os dois conversam bastante e com isso percebemos um garota machucada, pois ela tinha uma ótima família e era feliz e de repente tudo mudo e que mesmo depois de um tempo ela não conseguiu aceitar e nessa viagem foi algo para ela amadurecer.
Oliver é um bom garoto e me conquistou, ele nunca demostrou seus problemas e na viagem apoiou e deu até risada com a garota, ele foi um perfeito cavalheiro.
A história apesar de passar em um pouco mais de vinte quatro horas, não acontece nada rápido e sim de forma natural e no meu ver até delicada, ao se conhecerem eles se apoiaram um no outro para que suavizasse o medo de chegar em Londres e encarar seus problemas. Um livro leve que me conquistou logo no inicio e agora não entendo porque olhava meio torto toada vez que via algo sobre o livro.

"Talvez os atrasos no decorrer do dia sejam apenas detalhes, mas, se não fosse por eles, teria sido por causa de alguma outra coisa."
A capa é bem fofa, com um garoto e uma garota, gostei da edição as folhas são amareladas e com um bom tamanho de fonte de se ler, foi uma leitura que valeu totalmente a pena e li ele bem rápido, me arrependo de não ter lido ele antes. A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista é um bom livro para se ler nas férias.

Feliz Ano Novo e um ótimo 2016

30 de dezembro de 2015

[Desapegando] Sorteio do livro Rose na Tempestade:

Fazia um tempinho que queria fazer esse sorteio de desapego, eu vi no blog Fluffy uma coluna parecida com essa. Rose na Tempestade é um livro Usado, mas está em bom estado e como ainda não consegui trocar ele acabei resolvendo sortear aqui no blog, afinal não vou ficar com livros que sei que nunca mais vou ler. 
Sobre o sorteio de Mimos já foi realizado e o resultado está no facebook.


Lembrando:
  1. O Livro é Usado
  2. Envio o livro em até 30 dias
  3. O ganhador têm 48 para responder o e-mail.


a Rafflecopter giveaway

29 de dezembro de 2015

[Resenha] Doze por Doze:

O blog nem te conto lançou um projeto e que o Conto são 12 contes que se refere a cada mês do ano e eu me inscrevi para ler e resenha ele e hoje aqui estou trazendo a resenha desse livro.


Título: Doze por Doze
Autores: Diversos
Páginas: 328
Tipo: E-book
Skoob: Link
Onde Comprar:

Sinopse: A chegada do ano novo traz consigo o desejo de renovação. Renovamos nossas esperanças, nossos desejos, nossas metas... E, ao início, não sabemos o que esperar do novo ciclo, mas e se... Pudéssemos medir a intensidade de um ano através de suas histórias? Essa é a proposta do “Doze por Doze”. Trazer variados contos, dos mais variados gêneros, para nos fazer enxergar quantas coisas incríveis podem acontecer no período de 12 meses; de 365 dias. 


Opinião:
Eu recebi os contos enviado pela Thati machado e eu gostei muito dos contos, eu vou falar separadamente sobre cada conto e depois falo a visão que tive ao ler, só que a resenha pode ficar um pouco grandinha por esse motivo.

Janeiro - Salada Mista
Karina rocha
Esse conto fala sobre uma garota que vive no mundo da lua e que também é sonhadora, apaixonada por um garoto que reviu depois de muitos anos e isso acaba trazendo sua desilusão e quando isso acontece ela abre o olho para  mundo real e com isso percebe algo que sempre deixou passar que a sua verdadeira paixão estava em baixo do seu Nariz só que nunca percebeu ou não quis aceitar.

Fevereiro - Um carnaval inesquecível
Lucas Borges
Fala sobre nunca julgar um lugar sem conhecer, pois essa nova cidade em um feriado pode te surpreender e fazer você criar novos laços com pessoas que acabou de conhecer e isso pode ser algo que se leva para a vida toda.

Março - Águas de Março
Mariana Cestari
Em março a protagonista dessa história viu sua vida mudar, primeiro ao ir em um mercado e encontrar uma pessoa e depois um reencontro com o mesmo, ao ajudar quem precisa, ela também se ajudou e se apaixonou.

28 de dezembro de 2015

[Resenha] Cinderela Pop:

Título: Cinderela Pop
Autora: Paula Pimenta
Páginas: 160
Skoob: Link

Sinopse: Nesta versão estendida do super conto de Paula Pimenta no Livro das Princesas, Cinderela é reinventada. Cintia é uma princesa dos dias atuais: antenada, com opiniões próprias, decidida e adora música! Mas a garota vê seu cotidiano virar de cabeça para baixo depois da separação dos pais: vai morar com a tia, se afasta do pai e, principalmente, deixa de acreditar no amor. Até que um encontro inesperado e revelador a faz rever as próprias escolhas – havia mesmo um belo príncipe em sua história, e tudo que ele mais queria era descongelar o coração da nossa gata (nada) borralheira!


Opinião:
Eu estou com poucos livros para ler, então peguei esse emprestado de uma prima minha e li ele em menos de um dia, a história é bem rápida e envolvente e foi o segundo livro que li da autora.

Em Cinderela Pop somos apresentados a Cindy uma garota de 17 anos que a um ano teve sua vida completamente mudada e encontro no Hobbie como Dj uma profissão, mas a garota sempre tinha que sair a meia noite por ser menor de idade e por isso ficou conhecida como Dj Cinderela, só que sua vida não é fácil, mas pelo menos fica longe de sua madrasta bruxa. Em um dos trabalhos dela a garota acaba usando uma máscara e por coincidência um garoto com uma máscara parecida vai conversar com ela e ao descobrir a identidade dele Cindy é totalmente surpreendida.

"Às vezes uma pessoa especial pode estar bem na nossa frente e não conseguimos enxergar  pelo fato de ela estar escondida atrás de um disfarce, fingindo ser quem não é..."
Cindy depois da separação de seus Pais parou de acreditar no amor, mas acaba sendo surpreendida ao se apaixonar, o problema dela nem é esse e sim por quem ela está apaixonada e ainda tem a bruxa de sua madrasta que tenta fazer mal para a garota sem ela nem ter dado motivo.
Cinderela Pop é um livro mega rápido, então nem é bom falar muita coisa e eu achei a historia bem envolvente e que se lê em um dia e os personagens também são bem interessantes,
Esse é um livro da qual não devemos esperar nada profundo, mas que proporciona bons momentos.

A edição está bem feita, a capa ta linda parece um desenho em aquarela e as folhas são amarelados com uma fonte grande, em fim um ótimo livro para se ler no verão em baixo de uma sombra.
“Como se fossem quadrinhos em preto e branco, a animação contava a história de uma princesinha que, em vez de sapato alto, usava All Star, pois seus pés doíam muito se calçasse outro tipo de sapato. Um dia, ela conheceu um príncipe. E a vida dela ficou colorida.”

26 de dezembro de 2015

[Música] Para aproveita o fim de ano:

A última Playlist do ano, espero que vocês gostem das músicas escolhidas e em 2016 têm mais. 
Além da Playlist estou com novidades, depois de quase um ano sem emprego eu consegui um, quando começar a trabalhar e ver a rotina vou tentar me adaptar aqui.

24 de dezembro de 2015

Quotes Literários:

Último poste de Quote do Ano e espero que gostem das escolhas.

" E você realmente percebe que ama quanto a olha nos olhos no momento em que ela não merece ser olhada e descobre ali uma chance que sussurra em seu ouvido, ainda não acabou...merecemos uma segunda chance." (Checho de Anita - Adriana Vargas)
"Eu não respondo. A essa altura sei que Alex não vai voltar. não precisei de trinta minutos para entender que minha pertubação era, na verdade, um agouro. Que minha cabeça, afogada em lembranças, não viu o que o meu coração sacou na hora." (Doze por Doze - Janeiro: Salada Mista Karina rocha )
" Eu não vivo no mundo da lua, eu...Sonho." (Doze por Doze - Janeiro: Salada Mista Karina rocha ) 
 "Todo mundo está sujeito a ter ideias preconcebidas e ideias de como você deve ser, como você deve querer ser, o que você deve fazer. Nada estraga mais uma pessoa quanto os outros esperarem algo dela. o mundo deixa você para baixo, você se irrita, não consegue corresponder as expectativas, ou, quando o faz, não é exatamente como esperou que fosse. no fim, todos não passam de caquinhos recém-colados com fita adesiva e pedaços de barbante."  (O nome em seu Pulso - Helen Hiorns)
 “Seja uma música, uma pessoa ou uma história, não há como saber de algo quando se conhece apenas um trecho, quando se deu uma rápida olhada ou se ouviu parte de um refrão.” ( Just Listen - Sarah Dessen) 
 "Nossos erros sempre cobram suas dívidas e os acertos muitas vezes se traduzem em breves momentos de felicidade que precisamos agarrar com afinco. Nós caímos e levantamos..."  (Erica Azevedo - Sob Suas Mãos) 

Feliz Natal 

22 de dezembro de 2015

[Resenha] Checho de Anita:

Título: Checho de Anita
Autora: Adriana Vargas
Páginas: 250
Nota: 4/5
Skoob: Link
Amazon  | Livro Físico 

Sinopse: 💓 Cartas trocadas. Roubo de identidade 💓
Anita é bookaholics assumida, e essa paixão pelos livros a fez criar o projeto 🔰 Literando 🔰 o qual realiza pedalando pela ruas da cidade, para transmitir a mensagem de um livro ao seu escolhido. Mas, de repente tudo muda em sua pacata vida ao se apaixonar por alguém que não conhece... Ela quis ser a “Anita de Checho”, e responde às cartas que chegam até ela por um simples erro do endereçador. Ani desafia a família que tenta impedi-la, e foge para São Sebastião a fim de se encontrar com seu futuro amor, vivendo 48 horas como se fossem as últimas. Após seu retorno para casa, algo perturbador a aflige - como fumaça, Checho aparece e desaparece de sua vida, e sua missão agora é descobrir o que de tão estranho acontece, que os impede de ficarem juntos. Neste romance sobrenatural, carregado de emoções delicadas e amor pelos livros, nascem os sonhos e o desejo de realizá-los. 

Opinião:
Checho de Anita foi uma boa surpresa para mim, a autora estava com inscrições para resenhistas aberta e lá fui eu me inscrever e gostei da leitura, além de ser o primeiro livro que leio que é retratado no estado que moro Mato Grosso do Sul e achei isso muito legal, além de MS ele também se passa em outros lugares.

Anita é uma garota de 18 anos e que toca violino, sempre sentiu um vazio em seu coração, já que seus Pais nunca demonstrarem carinha para ele e quando Anita recebe por engano as cartas de Checho e começa a se corresponder com ele e consequentemente eles se apaixonam. Como falei a leitura foi uma boa experiência e algumas coisas que a autora criou que chamou muita a minha atenção como o projeto Literando criado pela Anita na qual ela saia em sua bicicleta com um livro de sua escolha e procurava uma pessoa que o livro pode-se tocar para que ela doa-se ele, foi uma ideia que me encantou, pois com esse geste ela tentava trazer novos leitores para o mundo transformando a vida deles com um simples livro.
Anita é uma garota especial e que adora ler e tocar seu violino e isso me encantou, ela têm um bom coração e é uma boa pessoa só que eu achei ela em algumas situações que envolvia o Checho um pouco imatura, tudo bem ela estava apaixonado por ele só pelar cartas o problema e que quando ela resolveu ir visitar ele não falou para ninguém o lugar que ia e isso é perigoso fazer, pois algo de ruim pode acontece e a família nem descobri o que aconteceu e outra ela é muito nova para saber o que realmente quer e algo que ela fez na viagem foi precipitado, mas fazer o que quando está apaixonado a pessoa pode fazer muitas besteiras, apesar dessas coisas foi bom ver o amadurecimento dela no decorrer do livro e o coração dela se abrindo para novas chance e ainda ver que ela conseguiu crescer profissionalmente e fazer algo bom para as pessoas com o projeto Literando.

"Não tenho medo! Tudo dará certo, mesmo sem poder explicar como e porque te amo assim. Creio que fiquei maluco, sinto sua falta sem nunca ter estado ao seu lado, e isso é tudo o que quero, ficar ao menos um minuto com você."

21 de dezembro de 2015

[Resenha] A essência divina do amor:

Título: A essência divina do amor
Autor: Eduardo Rossatto
Páginas: 280
Editora: Petit
Skoob: Link

Sinopse: Orlando e Frederico são muito amigos. Cego pela inveja, Orlando, num acesso de fúria, mata o amigo, que era casado com Ana e com quem tinha um filho. No futuro, André e Clara, os amantes reencarnados, terão de enfrentar muitos desafios para provar que seu amor é verdadeiro e ultrapassa o tempo e a vida terrena. Caberá a Bernardo, o espírito reencarnado de Orlando, saldar suas dívidas com a existência passada.




Opinião:
Eu recebi o livro em parceria com a editora Petit e na época que foi lançado eu fiquei bem curiosa par ler, acho interessante livros assim e A essência divina do amor acabou por ser uma leitura rápida.

A história começa com Frederico e Orlando em uma época diferente quando uma fatalidade acontece e logo depois se passa séculos( acho) e ai vimos a história de amor de Clara e André uma garota pobre e um rapaz rico que se apaixonam, essa parte é clichê porque todo mundo sabe que em muitas histórias a diferença social separa um casal. Clara e André são muito apaixonados e não conseguem viver separados, mais quando o rapaz têm a opção de escolher ele acaba deixando a Clara e até a irmã dele Vera acaba sendo meio que expulsa da família por conta de suas crenças .
Enquanto André aproveita a vida, Clara e Vera se virão na pobreza e que apesar de suas dificuldades arrumam tempo para ajudar as pessoas que precisam mais que elas. A ganancia de um separou o amor que é de outras épocas.
"Pareceu-lhe que sua companhia trazia à tona o melhor dele, pois se sentia mais interessante, confiante e seguro de si."

19 de dezembro de 2015

[Música] Playlist Músicas/Clips Natalinos:

Como o Natal está ai resolvi fazer essa playlist, antes de fazer ela eu já tinha pensando em algumas músicas, só que acabei esquecendo das que ia colocar, foi uma luta para lembrar dessas e espero que gostem dela.



18 de dezembro de 2015

[Resenha] Tudo o que ela quer:

Título: Tudo o que ela quer
Autora: Erika Rossas
Páginas: 400
Tipo: E-book
Skoob: Link

Sinopse: Sara Montezuma é exatamente o que qualquer mocinha de romance jamais pensou em ser. Ela é a rainha do drama e da manipulação, odeia responsabilidades, só gosta dos caras errados e vive constantemente de ressaca. Que ela sempre foi meio narcisista e politicamente incorreta, todo mundo já sabia. Mas tentar pular o muro do colégio é certamente o estopim. O resultado dessa pequena aventura? Um carimbo de expulsão no histórico escolar e uma viagem só de ida para a bonita e tranquila Campos do Jordão. No final das contas, a mudança não era um castigo tão grande assim. Ela ia morar em um dos destinos de férias mais famosos do Brasil, dirigir o Bel Air 57 do pai sem carteira de motorista, conhecer os turistas mais gatos que podem existir e, acima de tudo, ficar bem longe de todas as memórias ruins envolvendo a morte trágica do padrinho. É um novo começo. E Sara está se divertindo como nunca. O único problema é que aqueles últimos meses tinham deixado todos devastados e, mesmo com todas as festas e distrações, superar o passado é muito mais difícil do que ela poderia esperar. Mas não se chamaria Sara Montezuma se nem ao menos tentasse! Tudo o que ela quer é uma história pra lá de audaciosa, feita principalmente para quem já cansou de ler sobre mocinhas comportadas e príncipes em cavalos brancos. 
Opinião:
Peguei um e-book aleatório que eu tenho no aplicativo e que no caso foi tudo o que ela quer é um livro que mostra a vida de uma garota problemática e que sente falta de atenção e de amor, o que ela faz foi sua escolha, mas também consequência de suas perdas.

Na história somos apresentado a Sara Montezuma uma garota com olhos puxados e que vive trazendo problemas para o seu pai, o Dr. Haroldo e ela até foi expulsa da escola quase no fim do ano, ocasionando na sua repetência e na mudança de cidade junto com o seu Pai.
A esperança de Haroldo era que ao se mudar para uma cidade menor a garota daria menos problema, mais ele estava muito enganado quando se mudaram para Campos do Jordão um lugar que eles já possuíam uma casa para ferias no primeiro dia a menina já enche a cara e já vai para a cama com um homem que conhece.
Sara está praticamente o tempo todo bêbada ou drogada e ainda sai fazendo sexo com qualquer homem que encontra e é bem atirada, ela tem uma surpresa quando seu Pai chega e fala que a sua madrinha e o filho dela Gabriel e vive brigando e que ele e Sara parecem ser "Odiar". Sara e Gabriel vivem discutindo, mas essa vivência vai fazer eles se conhecerem melhor e até se abrirem para os sentimentos, mesmo que estejam bêbados.
"Não tinha como ser. Não porque ele era o Bosi. Não porque nós éramos completamente diferentes um do outro. Mas porque ele me conhecia. De cabo a rabo. Da cabeça aos pés. Ele sabia exatamente quem eu era. Todos os meus defeitos, todos os meus problemas, de um por um. E como alguém poderia, em sã consciência, gostar de mim mesmo assim?
O Gabriel sabia melhor que isso. Ele tinha que saber."

17 de dezembro de 2015

[Série] Chicago Med:

Título:Chicago Med
Episódios: 4
Temporadas: 1
Exibição:  1x05 - 05/01/2016
Canal: NBC
Duração: 60min
Ano: 2015

Sinopse: Spin-off de Chicago Fire, o produtor executivo Dick Wolf oferece a mais recente edição da franquia convincente de Chicago, um passeio emocional através do caos do dia-a-dia do hospital mais explosivo da cidade e a equipe corajosa dos médicos que se mantém unida . Eles vão enfrentar novos casos únicos inspirados por eventos da atualidade, forjar relações de fogo no pandemônio de pulso batendo da sala de emergência, e por tudo isso, rostos familiares de Chicago P.D. e Chicago Fire se entrelaçam com esta terceira equipe de heróis de Chicago.

Opinião:
A série Chicago Med é derivada das séries Chicago Fire e Chicago P.D e a única que ainda não assisto é o Fire. Chicago Med já começou cheia de ritmo, pois o primeiro episódio já começa com um desastre de trem e ainda a série trás personagens que apareceram em Fire e P.D como o  Dr. Will Halstead irmão do Policial Jay Halstead de Chicago P.D.
Nessa série têm personagens como  Dr. Connor Rhodes que têm problemas familiares, até porque seu Pai é milionário e pensa que é dono, tem também a  Dr. Natalie Manning  que está gravida viuvá entre outros dramas que cada médico tem.
A serie ainda mostrou em um dos episódios o preconceito que médicos e enfermeiras sofrem, por conta dos esteriótipos que a sociedade impôs como o que passou com a enfermeira negra e com o médico oriental. 


Chicago Med ainda está no inicio e agora só volta em Janeiro, mas logo no primeiro episódio a série me conquistou, com o seu ritmo rápido e com personagens interessantes e que ainda vamos conhecer mais afundo, pois a série ainda promete e agora eu tenho que esperar a volta dela em Janeiro e ver se mantém o ritmo dos primeiros episódios.
Eu indico essa série para assistir, quem gosta de coisas que envolvem médicos e muitos problemas é uma boa pedida.


16 de dezembro de 2015

[TOP5] Series que pretendo assistir em 2016:

Acho que ano passado eu fiz um TOP com séries que planejava assistir em 2015, bem se não me engano na lista tinha 5 séries e eu assisti todos, mas infelizmente algumas delas não vingaram e além das que estavam na lista em 2015 comecei series novas, creio que em 2016 não será diferente e irei assistir series novas que não estão na lista, mas no momento as que me chamaram a atenção e que eu sei sobre o lançamento são as series abaixo.
Pode até ser que uma dessas séries ou todas sejam canceladas, mas mesmo assim pretendo assistir as séries.


1-American Crime Story:
Antologia de crimes. Cada temporada conta uma história independente, baseada em algum crime real que ganhou comoção pública e foi pauta de notícias.  The People v. O. J. Simpson vai abordar o julgamento de O.J. Simpson. Ex-jogador de futebol americano, Orenthal James foi acusado em 1994 de assassinar a esposa, Nicole Brown, e o amigo Ronald Goldman. contado através da perspectiva dos advogados que conduziram o caso, a série irá explorar os acordos feitos de maneira informal e as manobras políticas conduzidas por ambos os lados envolvidos.
Não achei o poster dessa série, mas quero muito assistir e que além de ser baseado em uma história real, têm um elenco muito bom como  Cuba Gooding, Jr., Sarah Paulson, Jonh Travolta e outros e além disso a volta de David Schwimmer para as telinhas.



2-Shadowhunters:
Baseada nos livros Os Instrumentos Mortais, a série Shadowhunters acompanha a jovem Clary Fray, de 18 anos de idade, que descobre em seu aniversário que ela não é quem pensava ser, mas que vem de uma antiga linha de Caçadores de Sombras – seres híbridos de humanos e anjos que caçam demônios. Quando sua mãe Jocelyn é sequestrada, Clary se lança no mundo de caça aos demônios junto do misterioso Caçador de Sombras Jace que é acompanhado por Isabelle e Alexander (Alec) Lightwood e seu melhor amigo, Simon Lewis. Agora vivendo entre fadas, feiticeiros, vampiros e lobisomens, Clary começa uma jornada de autodescoberta enquanto aprende mais sobre seu passado e percebe como poderá ser seu futuro.
Até hoje só li os 3 primeiros livros da série, mas só não li o resto ainda porque pretendo comprar,  quem sabe em 2016 consiga. Acho a história muito legal e espero realmente que a serie não flop igual o filme, eu gostei do filme e os vídeos da série estão chamando muito minha atenção.

15 de dezembro de 2015

[Resenha] Quando te encontrei:

Título: Quando te encontrei
Autora: Jariane Ribeiro
Páginas: 65
Tipo: Conto
Skoob: Link

Sinopse: Anita Bonemer é uma mulher desonrada.
Quando anda nas ruas, os homens a chamam de meretriz dos cabelos de fogo e as mulheres se afastam, com medo de se contaminar com sua devassidão.  Tudo o que ela quer é uma vida digna e é por isso que resolve se deitar com um homem por dinheiro pela última vez.  O que ela não sabe é que essa atitude mudará sua vida de maneiras inimagináveis e que as cicatrizes causadas pelo seu passado sujo não poderão ser encobertas com a facilidade que imagina.

Opinião:
 Fui fazer um ultrassom da minha tireoide ai enquanto estava na sala de espera li esse conto de 65 páginas já que demorei para ser atendida, ai eu to lendo as primeiras cenas são Hot e ai me senta uma Freira ao meu lado, mesmo ela não olhando ai me senti um pouco constrangida, mas agora vou falar sobre o conto.

Quando te encontrei é um conto de época, onde mulheres participam de temporadas para encontrar maridos, mas essa não é a realidade de Anita, já que agarota foi expulsa de casa depois que salvou ela, por conta disso ficou conhecida como meretriz  e ela só se deitou com dois homens e por motivos distintos.
Anita tenta recomeçar tudo do zero em uma nova cidade e tudo ia caminhando bem até que alguém do seu passado volta e destrói o que ela tinha de bom, mas para a sorte dela uma pessoa de bom coração e que ela já conhecia a ajuda sem saber o motivo disso todo.
Pena que não posso falar muito se não dou spoiler, porque infelizmente só têm 65 páginas, mais que é uma leitura que eu facilmente leria uma 200 páginas ou mais. O romance que têm eu gostei, principalmente do par romântico dela que me conquistou apesar de não ser uma figura frequente na leitura.  Gostei muito da protagonista ela fez algo errado para ajudar a sua família e mesmo assim eles foram ingratos com ela, por conta de época e porque não queriam ser humilhados na sociedade.

"Era inacreditável que antigamente sonhasse com amor e em ser respeitada e, no presente momento, apesar da nostalgia, só quisesse manter a fachada de ser uma garota de respeito."

14 de dezembro de 2015

[Resenha] O que não podemos deixar para trás:

Título: O que não podemos deixar para trás
Autora: Renata Muller
Páginas: 231
Skoob: Link

Sinopse: Quando eles se conheceram, foi ódio à primeira vista e eles ficariam perfeitamente felizes se nunca mais se vissem durante suas vidas. O destino, porém, não deixa de ter uma certa ironia. Anos mais tarde, Júlia e Rafael se reencontram e descobrem que o tempo pode piorar antigas rivalidades e que não é nada fácil trabalhar com quem você mais detesta. O que eles não poderiam imaginar era que amor e ódio fossem duas faces da mesma moeda.





Opinião:
Estava a fim de ler um e-book e como eu baixo um monte no Amazon acabei escolhendo esse pela história parece leve e por eu não ter expectativas a respeito da leitura e acabei por gostar, estava precisando de uma leitura mais leve mesmo.

Julia trabalha em uma agência de Publicidade e têm um bom cargo e é financeiramente estabelecida, mas alguém que transformou a sua experiência com o ensino médio terrível aparece para trabalhar na mesma agência e ainda pior na sala ao lado e essa pessoa em questão é Rafael que estudou com ela na época da escola e os dois vivem se metendo em confusão, pois Rafael fazia algo errado ai Julia ia lá e retribui eles meio que tinham um relacionamento de gato e rato e ainda Julia não têm um temperamento muito bom. 
No começo Rafael até tenta fingir que não conhece ela, mas acaba se rendendo e os dois começa a viver novamente como gato e rato, só que agora eles têm um problema e que sentem atração um pelo outro, uma hora Rafael dá encima dela descaradamente e outra já está discutindo e dá para entender ele a Julia não têm o temperamento fácil e ainda é certinha demais, conforme a leitura vai acontecendo eles não estão mais conseguindo disfarçar o que sentem na frente dos amigos, mas não se entendem. 

"Rafael disse alguma coisa, mas eu estava ocupada soltando o meu cabelo e não escutei. Naquele instante, que queria me sentir o mais livre que eu conseguisse. passamos em um buraco, o que fez com que eu me agarrasse assustada à cintura dele."
Os dois são adultos, mas acabam voltando a adolescência na hora de aprontar e algumas são brincadeiras infantis e até perigosas, pelo menos isso começou a aproximar os dois  e ainda tinha quem torcia por eles como Caty melhor amiga da Julia e que também passa por uns problemas. Gostei dos protagonistas é uma história que achei mas leve e com personagens agradáveis e ainda têm até um mal entendido, um não tipo uns três pelo que me lembro ainda bem que é tudo resolvido.
 O que não podemos deixar para trás é uma história com um final previsível, mas que não deixa de ser agradável e li ele em dois dias também, É sempre bom conhecer  novos autores nacionais e que me agradem, para quem quiser ler algo sem pretensão esse fim  de ano O que não podemos deixar para trás é uma ótima pedida para se distrair.

Resolvi fazer essa resenha mais geral em vez de comentar sobre as características dos personagens porque achei melhor assim, pois evitaria spoiler.

12 de dezembro de 2015

[Música] Covers para se escutar no final de semana:


Boa Tarde pessoal, hoje  estava sem ideias para escolher músicas e colocar na playlist, ai fui ver um negocio no youtube e me deparei com um vídeo cover da Christina Grimme ai resolvi fazer a playlist com vídeos covers. 
Como que tá um tempo ai na cidades de vocês? aqui não para de chover mais, pensem a ventania e a chuva forte que caiu de madrugada e que ficou até agorinha.

11 de dezembro de 2015

[Resenha] Cartas de amor aos mortos:

Título: Carta de amor aos mortos
Autora: Ava Dellaira
Páginas: 344
Skoob: Link

Sinopse: Tudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop… apesar de ela jamais entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky. Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era — encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um — é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho.
Opinião:
Peguei esse livro através de uma troca do skoob, pois estava louca para ler ele e posso dizer que simplesmente adorei a leitura, não conseguia largar o livro, não sei nem se vou conseguir expressar tudo que senti.

Laurel está começando um novo ano cheio de sofrimento e dúvidas,  ela perdeu sua irmã que era o modelo que ela seguia e não quer que as pessoas sentem pena dela pela sua perda, então ela resolve começar o ensino médio em outro escola que é longe da casa de seu Pai, mas perto da casa de sua tia já que ela divide seu tempo entre essas duas casas. No começo Laurel está solitária e não fala muito na escola, mas depois ela encontra ótimos amigos e também se apaixona, além de encontrar a si mesmo, um segredo ronda ela sobre o que acontece no dia da morte de sua irmã e com ela também.
"Gostaria que você me dissesse onde está e por que foi embora. Você era o músico favorito da minha irmã, May. Desde que ela morreu, tem sido difícil ser eu mesma, porque não sei exatamente quem eu sou. "

10 de dezembro de 2015

[Resenha] Vermelho como o Sangue:

Título: Vermelho como o Sangue
Autora: Salla Simukka
Páginas: 240
Skoob: Link

Sinopse: No congelante inverno do Ártico, Lumikki Andersson encontra uma incrível quantidade de notas manchadas de vermelho, ainda úmidas, penduradas para secar no laboratório de fotografia da escola. Cédulas respingadas de sangue. Aos 17 anos, Lumikki vive sozinha, longe de seus pais e do passado que deixou para trás. Em uma conceituada escola de arte, ela se concentra nos estudos, alheia aos flashes, à fofoca e às festinhas dominadas pelos garotos e garotas perfeitos. Depois que se envolve sem querer no caso das cédulas sujas de sangue, Lumikki é arrastada por um turbilhão de eventos. Eventos que se mostram cada vez mais ameaçadores quando as provas apontam para policiais corruptos e para um traficante perigoso, conhecido pela brutalidade com que conduz os seus negócios. Lumikki perde o controle sobre o mundo em que vive e descobre que esteve cega diante das forças que a puxavam para o fundo. Ela descobre também que o tempo está se esgotando. Quando o sangue mancha a neve, talvez seja tarde demais para salvar seus amigos. Ou a si mesma.

Opinião:
Peguei esse livro através de uma troca no skoob, tinha expectativas nessa leitura e infelizmente ela não foi alcançada e acabei não gostando da história, normalmente um livro com esse tanto de páginas levo no máximo três dias e com Vermelho como o sangue eu levei quase duas semanas e nesse meio tempo li dois e-books.

A Lumikki podia ter ficado tranquila sem se meter no problemas dos outros (entendo que assim a história nem aconteceria), mas ela se mete em problemas e outros ficam sem fazer o resto do trabalho sujo. E ainda a protagonista me irritou, pois ela vive como se foce uma fugitiva que não quer deixar rastros e sei que algo aconteceu no passado dela, só que nesse livro não foi explicado o que além do seu termino de namoro.
Infelizmente nenhum personagem consegui chamar minha atenção o suficiente, mas apesar disso gostei de ver o surgimento de uma amizade, já que Lumikki é uma personagem muito solitária  e uma coisa eu sei Lumikki não é uma garota normal e ela têm seus tormentos que creio que poderemos descobrir nos outros livro (não tenho certeza).

"Seu cabelo não era preto, sua pele não brilhava como a neve fresca recém-caída e seus lábios não eram impressionantemente vermelhos. É sério, quem dá o nome à filha por causa da Branca de Neve? Não era tão ruim em finlandês; Lumikki era um nome de verdade, ainda que fosse também a personagem da história dos irmãos Grimm."
Foi um sacrifício terminar de ler, mas nem abandonei e não consegui entender aquele final até agora, pelo menos o epilogo salva aquele final.
A história gira em torno da Lumikki, o livro é narrado por ela e alguns capítulos são narrados pelos Bandidos do livro, como o Pai da Elisa e de um outro e que não lembro o nome deles, os personagens têm nomes um pouco estranho.

O livro têm uma capa que acho muito bonita e as folhas são amareladas com uma fonte de um bom tamanho e o inicio de cada capitulo têm uma mancha de sangue, a edição tá linda só que a história não funcionou pra mim, mas quem sabe alguém goste do livro.
Dessa vez não tenho muito o que falar do livro então nem vou prolongar a resenha, mas a melhor forma de saber se vai gostar do livro ou não é lendo ele.

"Nunca dê opções para as pessoas, apenas lhe dê diretivas simples. Não implore nem exija, apenas diga a elas como as coisas são."

9 de dezembro de 2015

[Filme] We are your friends:

Título: We are your friends
Título em Português: Música, Amigos e Festa 
Duração: 96min
Gênero: Drama, Música
Ano: 2015

Sinopse: Cole Carter (Zac Efron), um jovem DJ de vinte e três anos, sonha em ser um grande produtor musical. Quando o DJ veterano, James (Wes Bentley), passa a ser seu mentor, Cole conecta-se com a namorada de James, Sophie (Emily Ratajkowski). A relação de Cole com Sophie floresce, mas quebra o vínculo com o seu mentor, que força Cole a tomar decisões difíceis sobre seu futuro.





Opinião:
Estava sem nada para fazer e vi esse filme em um site, ai como vi que o Zac era protagonista resolvi assistir e até gostei do filme
We Are Your Friends é um filme que fala sobre música, festa e principalmente de amizade, onde cada amigo do grupo têm um proposito e entre eles têm o Cole que é DJ e sonha com o sucesso ao fazer algo que gosta, ele têm o apoio de seu amigo onde eles sempre estão juntos e até pretendem morar na mesma casa.
Cole está trabalhando com seus amigos em uma imobiliária e ao mesmo tempo tenta encontrar o seu som e deixar a sua marca, além disso ele se apaixona e sofre uma perda triste o que deixa ele abalado.
Como fazia tempo que não postava nenhum filme aqui, resolvi fazer esse breve comentário de We are your friends, como eu falei é um filme simples e bom para se distraindo quando estiver no tédio, pelo menos não foi chato e ainda têm o Zac Efron. Assisti o filme em um dia de chuva e estava no maior tédio, então foi bom se distrair e ver a forte amizade que ele tinha com os seus amigos e todos os quatro tinham um sonho de ir morar em Los Angeles.


Trailer:

8 de dezembro de 2015

[Lançamentos] Novidade Petit Editora:


JESUS E A ARTE DE VENCER DESAFIOS
William Sanches
Sinopse: O que Jesus nos ensina sobre superação de desafios? Quais lições Ele nos deixou com as dificuldades que enfrentou? Como aplicar os ensinamentos deixados pelo Mestre em nosso desenvolvimento pessoal e profissional?
William Sanches nos convida a seguir os passos de Jesus na Terra e a entender como a passagem divina e humana do Mestre entre nós pode nos servir de exemplo para vencer adversidades e descobrir a espiritualidade nos acontecimentos mais simples da vida. Por meio de citações bíblicas, o autor nos incentiva a lutar pelos nossos sonhos, tendo Jesus como modelo e guia inspirador.
Jesus e a arte de vencer desafios é essencial para quem deseja enfrentar as dificuldades do cotidiano de coração e mente abertos.

Saiba mais no site da Petit aqui.


7 de dezembro de 2015

[Resenha] Senhora de Dois Mundos:

Título: Senhora de Dois Mundos
Autora: Viviane L. Ribeiro
Páginas: 293
Skoob: Link

Sinopse: Navon é um reino passivo que se acostumou a viver em paz. Agora ele está sendo ameaçado pelo mais terrível rei e seu exército, e seus soldados não são experientes e brutais o bastante. Estão recrutando jovens que estão com medo, soldados que não são soldados, e sabem que vão morrer.  A única pessoa indo prontamente para a guerra é Mabel, e ela é uma garota. Ela se alista no exército do rei pensando estar contribuindo em alguma coisa, e que encontra em seu caminho um jovem príncipe, um bando de caçadores de recompensa, alguns fora da lei e um improvável exército em ascensão. 


Opinião:
 A Viviane viu que eu marquei o livro como quero ler e me ofereceu ele para ler, então fui logo aceitando, eu já tinha lido um livro dela e agora ela me mandou o e-book e posso dizer li ele em um dia de tão vidrada que estava comecei umas 20:30 e terminei 1: 58 da manhã.

Mabel é uma camponesa, mas diferente das garotas da sua região ela não gosta de cozinhar, costurar ou qualquer outra atividade Feminina naquela época, ela gosta de lutar e sempre está lutando com o seu Pai que é um general aposentado, acaba acontecendo algo muito grave e que leva ela há uma decisão Mabel quer fazer parte do exercito, só que ela é uma mulher e para conseguir o que quer vai ter que lutar e conquistar a confiança de outros no exercito.
Mabel ainda têm muito o que provar para conseguir ser parte desse exercito 
"Ela descobriu que espaço demais sufoca muito mais do que se não houvesse nenhum. Descobriu que para dormir bem, não precisava dormir em um grande cômodo. Só precisava se sentir livre."
Mabel é uma protagonista que me agradou muito, ela é decidida e esforçada e mesmo se tornando uma piada no exercito, ela não desiste. A garota teve a chance de ter uma vida melhor e desistiu dela, mas o que não contava também e que ela se apaixonaria.  Ela é sincera e guerreira e quando conquista a amizades das pessoas se torna uma ótima amiga, mas nem isso impede ela de ser enganada por uma pessoa que conquistou sua amizade e depois daquele final estou apreensiva por ela.

6 de dezembro de 2015

Sorteio de Natal


Como estou sem livro no momento para sorteio não têm como sortear, até pensei em colocar uns livros que li e que estão em perfeito estado no sorteio, quem sabe eu ainda coloque depois, para o Natal o sorteio vai ser de Marcadores e Mimos


a Rafflecopter giveaway

4 de dezembro de 2015

[Resenha] Olhar de Viajante:



Título: Olhar de Viajante
Autora: Erica Azevedo
Páginas: 168
Skoob: Link

Sinopse: Tudo que Lilian queria era deixar os problemas para trás. Partindo rumo a um curto período de intercâmbio na Espanha, ela deixa o fim trágico do namoro e um relacionamento conturbado com a mãe em um passado provisório. Em meio a amizades inesperadas, viagens improvisadas e uma linda tarde em Paris, Lilian se verá em conflito sobre tudo que permeia esse período de grandes descobertas. E se a cidade das luzes também acolhe os apaixonados, nada melhor do que se perder em um par de oceanos as margens do rio Sena. 

Opinião:
Olhar de Viajante foi escrito pela Erica Azevedo parceira aqui do blog e ele estava grátis no Amazon então corri lá e baixei.
Nesse e-book conhecemos Lilian que está indo fazer intercambio em um Pais desconhecido e deixando para trás seus problemas com a família e de desilusão amorosa para trás, Lily faz novos amigos e além de passeis em cidades lindas encontra um amor, mas nem tudo é fácil nessa viajem, ela está indo para a faculdade de Martinez.

Lily está criando asas e se aventura em um intercambio e nesse novo País ela conhece pessoas como Vick e ainda divide apartamento com mais duas Brasileiras, ela saiu o Brasil com o coração devastado, mas acaba conhecendo um amigo de Vick e se interessa por ele, só que Lily não é uma garota de iniciativa então só vimos mais a respeito de seus sentimento e pior que quando ela toma iniciativa uma coisa acontece e isso me irrita, serie fiquei com muita raiva mesmo e com dó da Lilian.

"Se nossos sonhos são breves desejos sobre uma possível realidade, então estou voando baixo em minhas aspirações. O momento que estou vivendo e as emoções que estou sentindo são inéditas e amedrontadoras demais, fazendo com que eu chegue a contestar o que se passa a minha volta."
Vick é o novo amigo gay da Lily, quando eles se conhecem a amizade é imediata já que os dois sofreram desilusões amorosas e sempre parece apoiar ela até mesmo a respeito de Erik.
Erik é um personagem bom também, mas ele me irritou um pouco com sua insegurança e medos, mais pelo menos eles resolveram seus problemas e depois de explicações melhores eu entendi o porque dos medos de Erik,
Uma história que fala sobre ser independente, amores e amizade e gostoso de se ler, além disso são poucas páginas e da para ler em um dia e como sempre falo gosto da escrita da Erica.

Acho que essa resenha foi a mais curta que fiz ultimamente e que eu sinto que se falar mais alguma coisa, vou acabar dando spoiler e como é poucos páginas ai não é bom se prolongar. Como ele é em e-book não têm como falar da diagramação e eu não reparei em nenhum erro.

Outros Quotes:

"Viva, Lily – sua voz embargada me disse – A vida passa e com elas as oportunidades também. Permita-se um pouco."

"- Às vezes eu fico pensando no mundo e nas distâncias que nos separam. É tão estranho imaginar que há coisas incríveis por ai, apenas esperando para serem descobertas."
"Às vezes fico pensando se o que estou vivendo aqui não é apenas um sonho do qual acordarei mais cedo ou mais tarde e se vale a pena enveredar por seus caminhos mais obscuros."

3 de dezembro de 2015

[Caixa de Correio] Recebidos do mês de Novembro:

Sempre espero o último dia do mês para gravar o vídeo, mais uso meu celular para gravar e como ele vai para a garantia eu gravei antes.


Perfis que realizei troca no skoob:
http://www.skoob.com.br/usuario/644996-co-vila
http://www.skoob.com.br/usuario/852883-francine

2 de dezembro de 2015

[Dorama] She Was Pretty:

Título:  She Was Pretty
Episódios: 16
Gênero: Comédia, Romance
Ano: 2015
Duração: 60min
Legenda: Português
País de Origem: Coreia do Sul
Onde Encontrar: Online | Online
Sinopse:  Quando Ji Sung-Joon (Park Seo-Joon) era jovem, ele era feio. Como ele cresceu, ele começou a ter uma aparência atraente, enquanto que Kim Hye-Jin (Hwang Jung-Eum) quando era jovem, ela era bonita, mas depois que ela cresceu, tornou-se feia. Ji Sung-Joon está em busca de encontrar seu primeiro amor.Min Ha-Ri (Koh Joon-Hee) uma hoteleira que é conhecida por sua beleza e senso de moda afiado, fazendo-a muito popular com os caras. No entanto, uma reunião com oprimeiro amor de sua melhor amiga faz Ha Ri dividida entre o amor ea amizade. Kim Shin Hyuk ( Choi Siwon) é um reporter de uma revista de moda que tem muitas habilidades em diversas áreas, incluindo filmes, fotografia e moda, que também tem uma aura misteriosa, ele é dito como sendo insolente, enganador e de espírito livre. Ele também vai se hospedar por um longo prazo na suíte do hotel que Min Ha-Ri trabalha por um motivo não revelado. (Sinopse - Siwonfansub)
Opinião:
Um dorama que me conquistou desdo primeiro momento e ainda é engraçado, mas apesar de ter gostado eu torcia seriamente para outra pessoa.

Kim Hye-Jin era bonita, só que se tornou uma mulher feia no caso mal cuidada e ela tinha um amigo quando criança que era gordinho, só que ele foi embora e se passaram muitos anos sem se verem e quando ele inesperadamente entra em contato querendo encontrar com ela, acaba surpreendendo Hye-Jin, pois o garoto que era gordo agora está lindo e ela fica com vergonha de encontrar o Sung-Joon por estar feia e nisso acaba indo sua melhor amiga que finge ser ela. Kim Hye-Jin está trabalhando em uma revista de modo e quem acaba por ser o novo integrante da revista é o Sung, só que como ele conheceu a falsa ai nem se liga que a mal cuidada que é sua verdadeira amiga.
Ela está trabalhando a pouco tempo na revista de moda e acaba conhecendo e se tornando amiga de um repórter chamado Kim Shin-Hyuk que por sinal é bem doidinho.

Kim Hye-Jin(Hwang Jung-Eum) se tornou uma mulher feia e sem confiança que acabou por não perseguir os seus sonhos, por causa de uns incidentes ela começa a trabalhar temporariamente em uma revista de moda o que é até estranho porque ela não sabe se vestir. Hye-Jin é muito esforçada e sempre está tentando fazer o seu melhor, quando ela começa a trabalhar com o  Ji Sung-Joon não têm nem coragem de olhar na cara dele direito, eu gostei da personagem pois ela começa a mudar e começa a correr atrás do que quer e a se vestir melhor e ainda é é muito engraçada principalmente quando está com o seu melhor amigo, mas fiquei com raiva dela não ter tido coragem para aparecer de primeira, ela era amigo dela quando todo munto tirava sarro e certeza que ele entenderia a pessoa atual dela.

 

1 de dezembro de 2015

Tag de títulos:


Eu vi essa TAG no blog Livros & Entretenimento e achei legal, por isso resolvi responder ela aqui no blog. A TAG foi criada pelo vlog  Booksattack. São seis perguntas relacionadas ao mundo literário.


1. O título mais longo de um livro que você tem:
Pelo que contei aqui as letras esse foi o que achei maior dos títulos dos livros que tenho.

2. O título mais curto de um livro que você tem:
Fui olhar na estante meio por cima e acho que esse é o menor título de livro da estante.

3. Um título que não tem absolutamente nada a ver com o livro:
Eu não lembrava nenhum e escolhi esse, acho que a história desse está mais para um Recomeço dos personagens do que para uma verdade.

4. Um título que descreve o livro perfeitamente:
O nome já diz tudo e ainda é um dos meus livros preferidos.

5. O título mais chato:
Também não conseguia lembrar um escolhi O Francês que caiu do céu, por não achar o nome tão chamativo e a história ser chata

6. Misture todos os títulos que você escolheu e faça o seu próprio título.
Charlie st. Cloud um dia a verdade roubava o céu.

Não vou indicar ninguém, mais quem quiser fazer se sintam a vontade.