30 de junho de 2014

Um vicio chamado Teen Wolf:

A Série Teen Wolf é um dos meus vícios,  fico louca para cada episodio, mas uma coisa que foi gostosa de acompanhar durante esse tempo e vai ser também agora na 4 temporada é o crescimento da serie, não só na historia, mas em tudo, nos efeitos especiais, nas imagens e até nos diálogos.
Teen Wolf atualmente está em sua 4 Temporada, mas quando se fala sobre a série teen wolf as pessoas logo pensam mais uma série bobinha de se assistir. A primeira temporada pode ter sido sim bobinha e com péssimos efeitos e imagens, mas foi mesmo como uma introdução, a segunda temporada estreio e já podemos ver um crescimento e que melhorou muito na 3 temporadas (a melhor até agora). A série nos introduz a mitos diferentes e não fica naquela mesmice.

 Em quanto algumas séries populares com o mesmo estilo sobrenatural vem decaindo na qualidade de  roteiro, Teen Wolf só vêm melhorando. Se você tiver interesse em assistir essa série, não desista na  primeira temporada, algo que posso falar sobreviva a 1 temporada que nem é tão ruim assim, que depois  ela fica muito boa.
 Uma série que tem bons atores, mesmo que muitos apareçam só por um tempo e com personagens que a  adoramos saindo da série. Mesmo com isso negativo  série tem vários lados positivos, inclusive a trilha  sonora.

29 de junho de 2014

[Música] Trilha da Semana:

Hoje o poste não é sobre um cantor especifico e sim nas músicas que andei escutando nesses últimos dias e que se tornaram meu vicio.A música me acalma quando estou estressada, melhor coisa escutar musica agitada, mas também algumas lentas.
"O homem que não tem a música dentro de si e que não se emociona com um concerto de doces acordes é capaz de traições, de conjuras e de rapinas." - William Shakespeare

25 de junho de 2014

[Resenha] A Marca de Atena:

Título: A Marca de Atena
Autor: Rick Riordan
Páginas: 480
Skoob: Link

Sinopse: Annabeth está apavorada. Justo quando ela está prestes a reencontrar Percy - após seis meses afastados por culpa de Hera -, o Acampamento Júpiter parece estar se preparando para o combate. A bordo do Argo II com os amigos Jason, Piper e Leo, ela não pode culpar os semideuses romanos por pensarem que o navio é uma arma de guerra grega: afinal, com um dragão de bronze fumegante como figura de proa, a fantástica criação de Leo não parece mesmo nada amigável. Annabeth só pode torcer para que os romanos vejam seu pretor Jason na embarcação e compreendam que os visitantes do Acampamento Meio-Sangue estão ali em missão de paz. Os problemas de Annabeth não param por aí - ela carrega no bolso um presente da mãe, que veio acompanhado de uma ordem intimidadora: Siga a Marca de Atena. Vingue-me. A guerreira já carrega nas costas o peso da profecia que mandará sete semideuses em busca das Portas da Morte. O que mais Atena poderia querer dela?
O maior medo de Annabeth, no entanto, é que Percy tenha mudado. E se ele já estiver habituado demais aos costumes romanos? Será que ainda precisará dos velhos amigos? Como filha da deusa da guerra e da sabedoria, Annabeth sabe que nasceu para liderar; no entanto, também sabe que nunca mais vai querer viver sem o Cabeça de Alga.

Opinião:
Fazia um tempão que tinha lido o segundo livro, só conseguir comprar esse e o outro esse mês. Acabei de ler o livro e já vim correndo fazer a resenha.
Meus personagens preferidos como sempre são Percy e a Annabeth, mas desde que comecei a ler a serie os Heroes do Olímpio o Leo me conquistou e também se tornou um dos personagens que mais gosto.
Bom, nesse livro os 7 Semi Deuses partem para a missão da profecia de impedir a Gaia de se levantar e também de Annabeth seguir A Marca Atena .
Mas no meio de tudo isso acabam colocando em guerra os Romanos e os Gregos, ou seja a vida de muitas pessoas estão na mão desses jovens responsáveis por salvar o mundo mais uma vez.

“Muitas das melhores armadilhas são simples, você só tem que saber sobre isso e esperar que a sua vítima não saiba.”

23 de junho de 2014

[Música] Lucy Hale:


Lucy Hale, nome artístico de Karen Lucille Hale (Memphis, 14 de junho de 1989), é uma atriz e cantora country americana. Mais conhecida por atuar no elenco principal da série de televisão Pretty Little Liars. Lucy Hale nasceu em Memphis no Tennessee1 e é a mais nova de três irmãos. Começou sua carreira cantando no reality American Juniors em 2003, e depois se dedicou a atuar. Se mudou aos 15 anos para Los Angeles com sua mãe e foi educada em casa durante o colegial.
Como atriz apareceu em diversas produções de televisão como Drake & Josh, Ned's Declassified School Survival Guide, The O.C. e How I Met Your Mother. Filmou também um piloto para um seriado da ABC chamado Secrets of a Small Town; e um piloto para o seriado da FOX chamado The Apostles; e ainda um piloto para uma série da ABC chamada American Family. Apareceu também em os Wizards of Waverly Place.
No filme The Sisterhood of the Traveling Pants , ela interpretou Effie, a irmã de Lena. Em 2011, interpretou Katie Gibbs no filme Cinderella Once Upon a Song. Interpretou Rose Baker no seriado Privileged, transmitido nos Estados Unidos pela CW. E desde 2010 interpreta Aria Montgomery no seriado Pretty Little Liars do canal ABC, que chegou no Brasil dia 30 de Março de 2011, exibido pelo canal Boomerang.
Começou a carreira de cantora em 2012, assinou contrato com a Hollywood Records para gravar seu primeiro CD. O primeiro single e video clipe “You Sound Good To Me” foi lançado em 7 de janeiro de 2014 no You Tube. No dia 12 de fevereiro de 2014, através de suas redes sociais, Lucy anunciou o nome do primeiro álbum de sua carreira, Road Between.

Opinião:
Quem assiste Pretty Little Liars, sabe muito bem que ela é, mas hoje estou aqui para falar do lado cantora da Lucy que descobri na época do filme Cinderella Once Upon a Song. No  ano inicio do ano ela lançou seu primeiro single e mais tarde esse ano ela lançou seu primeiro CD.
Lucy segue a linha Contry e ela canta muito bem, gosto muito do Album lançado por ela e tenho algumas musicas preferidas como  Nervous Girls,  Road Between, Goodbye Gone e Lie a Little Better.
Para quem se interessar eu indico para vocês escutarem. Quero um novo clip dela.

Vídeos:

19 de junho de 2014

[Resenha] Eu Creio em Mim:

Título: Eu creio em Mim
Autor: Edvaldo Ribeiro
Skoob: Link

Sinopse: Estamos no mundo para superar nossos pontos fracos e trilhar uma vida feliz. Ana Paula é uma jovem que, dominada por um conflito interior, tem atitudes impensadas e impulsivas. Dentro de si, guarda o resultado de uma educação familiar e cultural repressora, em que o prazer feminino sempre ocupou o último lugar. Apesar de ser incompreendida por usa condição e inquietação íntima, ela nunca se deixou abater pelas circunstâncias da vida; pagou o preço de ser diferente e só lhe restou uma saída: aceitar-se e buscar a realização de seus sonhos. Certo dia, cansada de seguir os ditames sociais, Ana Paula decide quebrar o elo com o passado, encontrando o seu próprio caminho, e nada poderá segurar a sua vitória. Eu Creio em Mim é um romance que mostra a força que toda mulher tem escondida, dentro de si, para transformar sua vida num caminho cheio de realizações.

Opinião:
Li esse livro o ano passado e estava e, duvida se fazia uma resenha ou não, mas como to em uma ressaca literária, resolvi fazer a resenha, ganhei esse livro da minha tia, esse é o primeiro livro ruim que ela me deu. È um livro de auto-ajuda, mas que conta  a historia de um personagem Ana Paula uma estudante, que começa a trabalhar em uma empresa e que o chefe casado se apaixonada. Depois que Gustavo se separa da esposa se envolve em um romance com Ana Paula, tudo está uma maravilha e eles se casam, ela tem sucesso no trabalho, mais o mundo dela começa a desabar, perde tudo o emprego, o marido, mesmo que ele ainda
tente voltar com ela.
Esse livro não fala apenas uma vez da queda de Ana Paula, mas duas, duas paixão, perda da profissão, se envolver em um escândalo e ser chamada de sem vergonha, mesmo não sendo.
Ela teve que aprender a se reerguer, para conquistar seus sonhos e uma vida melhor.
Esse livro até traz lições interessante, mas muitas frases clichês e  eu ganhei esse livro em agosto, mas só consegui terminar de ler ele em dezembro, persistindo, ou seja não gostei dele, mas a capa é bonita.
Minha Tia já me deu livros ótimos, mas não acertou nesse.





18 de junho de 2014

[Série] The 100

A série se passa 97 anos após uma guerra nuclear devastadora. Os únicos sobreviventes eram residentes de estações espaciais em órbita da Terra. As estações espaciais se uniram para formar uma enorme chamado "The Ark". Os recursos são escassos e todos os crimes são puníveis com a morte. 100 moradores juvenis, condenados porque teriam sido crimes relativamente menores e delitos no pré-guerra Terra, são agora considerados "dispensáveis​​" e são enviados em uma missão para testar se a superfície da Terra se tornou novamente habitável.
Elenco: Eliza Taylor, Paige Turco, Thomas McDonell, Bobby Morley, Marie Avgeropoulos, Christopher Larkin, Devon Bostick, Isaiah Washigton, Henry Ian Cusick e Lindsey Morgan

Opinião:
Desda divulgação essa série chamou minha atenção, mas não estava tão empolgada. Comecei a assistir e ela logo e tornou um vicio.
Nessa série conhecemos jovens que vivem em uma arca no espaço e 100 deles são escolhidos para saber se a terra é habitável e então começa a aventura desse povo.
Meus personagens preferidos dessa serie são Clarke ela é a lider do grupo, ela não é uma protagonista chata, ela é forte, destemida e luta para conseguir o melhor para os the 100.
O Bellamy no começo eu odiava ele, mais depois ele foi me conquistando e quero um romance dele com Clarke logo e o Jasper ele é inteligente, mas se acha de mais isso não posso negar mais adoro ele. Outros personagens que gosto é da Octavia e do Lincon.
Os the 100 ( ou não, já que alguns morreram) descobrem que na terra vive vários grupos humanos, mais que eles precisam lutar entre si para a sobrevencia.
Nessa primeira temporada conhecemos um grupo, mas para a segunda temporada provavelmente apareceram mais. Essa série é baseada em um livro, mas que eu ainda não comprei. A primeira temporada contem 13 episódios e a série já foi renovada para uma segunda temporada, agora é esperar 2015.

Vídeos:




16 de junho de 2014

[Filme] Diferenças e Semelhanças:

Título: Diferenças e Semelhanças:
Título Original:The Pretty One
Gênero: Comedia, Drama
Duração: 1h30min
Ano: 2013

Sinopse: Laurel (Kazan) sempre foi a tímida da família, escolhendo morar com o pai enquanto a irmã gêmea idêntica e glamourosa, Audrey (Kazan), é cheia de autoconfiança e charme para se dar bem na cidade grande. Quando ocorre uma tragédia e Laurel é confundida com sua irmã gêmea, ela toma a decisão impulsiva de assumir a identidade da mesma e tornar-se a mais bonita. Conforme vai se adaptando a esse novo modo de vida independente, Laurel descobre que é capaz de realizar coisas com as quais ela nunca havia sonhado: sobressair-se em uma carreira, manter amizades e até mesmo encontrar um amor. Zoe Kazan (Rubi Sparks), Jake Johnson (da série "New Girl") e Ron Livingston (Um Brinde à Amizade) estrelam neste drama cômico sobre laços familiares e segundas chances.
Elenco:  Zoe Kazan, Jake Johnson, Ron Livingston, Sterling Beaumon, Frances Shaw.

Opinião:
Final de semana estava procurando uns filmes para assistir e encontrei esse. Duas irmas gêmeas totalmente diferentes sofrem um acidente, uma morre a que era "feia" assume o lugar da descolada, ela quer ter uma experiência de vida diferente, fugir da sua vida monótoma.
Ao assumir a vida da sua irma, ela começa a conhecer mais dela e de seus amigos, mas ela está diferente e até seu vizinho percebe isso.
Laurel mesmo enganando todo mundo, se apaixona e aproveita ao máximo, mesmo sofrendo pela morte de sua irmã, depois que seu namorado descobre e termina com ela e resolve conta a verdade a todos.
Laurel mesmo sendo egoísta amadureceu, não só na vida, mas na arte também já que ela gosta de pintar.
Eu gostei da atuação dos personagens, e a Zoe Kazan como Laurel, nunca tinha assistido um filme dela.
Gostei da forma como a historia foi desenvolvida, um bom filme.

Trailer:

13 de junho de 2014

[Resenha] Princesa Adormecida:

Título: Princesa Adormecida
Autora: Paula Pimenta
Páginas: 190
Skoob: Link

Sinopse: Era uma vez uma princesa... Você já deve ter ouvido essa introdução algumas vezes, nas histórias que amava quando criança. Mas essa princesa sou eu. Quer dizer, é assim que eu fiquei conhecida. Só que minha vida não é nada romântica como são os contos de fada. Muito pelo contrário. Reinos distantes? Linhagem real? Sequestro? Uma bruxa vingativa? Para mim isso tudo só existia nos livros. Meu cotidiano era normal. Tá, quase normal. Vivia com meus (super protetores) tios, era boa aluna, tinha grandes amigas. Até que de uma hora pra outra, tudo mudou. Imagina acordar um dia e descobrir que o mundo que você achava que era real, nada mais é do que um sonho. E se todas as pessoas que você conheceu na vida simplesmente fossem uma invenção e, ao despertar, percebesse que não sabe onde mora, que nunca viu quem está do seu lado, e, especialmente, que não tem a menor ideia de onde foi parar o amor da sua vida. Se alguma vez passar por isso, saiba que você não é a única. Eu não conheço a sua história, mas a minha é mais ou menos assim... 

Opinião:
Esse é o primeiro livro que leio da Paula Pimenta e gostei bastante, comprei ele recentemente e li ele hoje mesmo no trabalho, já que nem tinha serviço para fazer.
 Rosa uma garota de 15 anos mega protegida pelos seus tios e que nunca deixaram ela fazer nada, ele vive do colégio interno para meninas e para a casa dela, nunca namorou e sonha em sair como suas amigas, no dia do seu aniversário de 16 anos, elas fazem uma pequena fuga do colégio para Ana ir em uma série,  depois disso ela começa a receber mensagens de um desconhecido, mas logo descobre por mensagens que ele se chama Phil, mesmo desconfiada começa a trocar mensagem com ele que é mais velhos tem 19 anos e super fofo por mensagem, ela nunca tinha se apaixonada, mas se vê suspirando pelos corredores do colégio.
" A Minha intuição dizia que eu deveria desligar o telefone  e até mudar de número. Só que eu simplesmente não conseguia desgrudar os olhos da tela."

10 de junho de 2014

[Texto] A garota Kpopper:



Para alguns isso é apenas uma modinha por conta do PSY, mas vamos ser realista, nem todo mundo gosta de algo porque é modinha. Eu Gabriela já sou Kpopper por vários anos e muitos até me acham esquisita por isso, mas aprendi a ligar muito por isso.
Comecei a gostar desse tipo de música em 2009 e no começo tinha até um pouco de vergonha de falar que gostava, mas prefiro mil vezes meus grupos coreanos a um funk ou sertanejo.  Minha mãe sempre fala, Gabriela você tem que ser eclética, escutar outros tipos de músicas, mas ela não percebe que eu sou, só que de uma forma diferente pois escuto músicas de Países diferentes do brasil, mas esclarecendo eu gosto de música Brasileira.
Agora que eu já esclareci algumas coisas para vocês posso, contar como eu vim parar na cadeia essa noite, mas como não temos nada a fazer aqui vou contar para vocês.

 ------------------------♥ K-POP ♥ ------------------------
Olha eu tenho 20 anos, era para ser uma pessoa mais responsável, mas o que se pode fazer quando o seu grupo preferido vem fazer show no Brasil, nem sei se vocês entendem o que quero dizer, mas valo lá. 
Era para ser uma semana normal, no trabalho e na faculdade, quando chego em casa vou checar os sites de sempre e vejo uma noticia de grande destaque o grupo coreano 2NE1 vai passar no chile para uma única apresentação  no mês de novembro, fiquei desesperada por isso, não era no Brail, mas ao menos era em um Páis na America do Sul, comecei a economizar para poder assistir ao show, cheguei até fazer umas horas extras no trabalho, podem até me chamar de louca, mas era a primeira vez que iria em um show de K-pop e viajaria para for do Brasil, meu ânimos estavam a mil, mais tinha um probleminha, faltava um mês e não tinha o dinheiro suficiente.
Resolvi apelar para a meus pais, eles me deram o dinheiro, mas minha mãe teve que vir comigo, porque na palavras do meu Pai " Você tem 20 anos, mas ainda não confio em você", perdi a confiança dele quando fui viajar para o Rio com as minhas amigas e teve uns probleminhas e eu aceite.
Como vocês podem ver que estou aqui no Chile a viajem ocorreu tudo certo, bom mais ou menos. No dia do show paguei mais caro e conheci pessoalmente, Dara, Park Bom, CL e Minzy e o show foi incrível, fico feliz de ter sido o primeiro K-show que assisti na minha vida.  Mas como vocês podem presumir nesse dia nem tudo deu certo e eu vim parar atrás dessas grades, mas não vou me deixar abalar pelo ocorrido.

9 de junho de 2014

[Música] The Vamps:

The Vamps é uma banda britânica de popo rock, ela é composta por quatro integrantes, Brad Simpson ( Vocais e guitarra), James Mcvey ( Guitarra e Vocal), Connor Bola ( Baixo e Vocal) e Tristan Evans (Bateria e vocal), a banda se formou em 2012 e no final daquele mesmo ano ele já tinham assinado um contrato com a Mercury Records.
Em setembro de 2013 eles lançaram seu primeiro simgle. " Can We Dance", que estreou no número dois no UK Singles Chart. Seus outros singles lançados até agora são Wild Heart, Last Night. O primeiro Álbum chamado Meet the Vamps foi lançado em abril de 2014.

Opinião:
Conheci esse grupo em um blog de música pelo clip Can We Dance logo que foi lançado e gostei logo de cara. Antes de lançar álbum lançaram dois eps na qual continha regravação de alguns cantores como Mcfly.
Eles são muito fofos e é difícil escolher um música boa no álbum, porque todas são legais de se ouvir.
Faz dias que queria fazer um poste deles, e agora ele saiu.
Eles cantam bem e são uma gracinhas, escutem acho que vocês vão gostar.
Quem quiser ver os clips lançados é só clicar em mais informações e aproveitar.

8 de junho de 2014

Novo Layout


Novo Layout, bom tecnicamente eu mudei só o banner e as cores, gostei muito. A menina do banner não tem nada a ver comigo, mais achei que ficou fofo, faz dias que eu queria mudar as cores porque estavam me irritando, gostei bastante dessas.
Bom falei que ia dar uma diminuída nas minhas leituras até o concurso, mais vou vê se começo a ler o livro Perdida essa semana.



7 de junho de 2014

Sept up / Ela dança eu danço:

Não sei dançar, mas adoro filmes de dança e a minha franquia queridinha é o Se ela Dança eu danço que tem atualmente quatro filmes lançados e os quinto vai ser lançado esse ano. A historia pode parecer sempre a mesma nos filmes, homem pobre, renegado que vê sua esperança em dançar e se apaixona por uma garota rica que normalmente a família é contra ela se tornar dançarina.
Foi através do primeiro filme que conheci o Channing Tatum. As trilhas sonoras sempre muito legal e eu adoro as cenas de dança, separei algumas para vocês verem.

Cenas:
Filme 1:

Filme 2:

4 de junho de 2014

[Resenha] Gringos Online:

Titulo: Gringos Online
Autora: M.S. Dehlia
Páginas: 147
Skoob: Link

Sinopse: Um amor inesperado e indestrutível que surgiu quando ela brincava de analisar perfis em um site europeu de relacionamentos. Conheça Gringos Online! - Uma comédia romântica que traz Mariam, uma atrapalhada brasileira que se dizia blindada para o amor até conhecer o Lord Inglês Adam Marshall. Decidido, desde que viu uma fotografia de Mariam no site, Adam se desdobrou para conquistá-la e fazê-la acreditar que ainda existem homens perfeitos e capazes de fazer uma mulher completamente feliz. O livro também traz muitas informações sobre viagens, museus e especialmente detalhes do cotidiano londrino, alemão e croata.



Opinião:
Primeiramente quero dar um aviso, vou dar uma diminuída na minha leitura porque tenho que estudar para um concurso.
Baixei Gringos quando estava grátis no Amazon, gostei da historia é rápido de se ler. Gostei de conhecer os personagens junto com a Mariam, cada um com suas características.
Mariam uma mulher que faz parte de um site de relacionamento, mesmo sem estar em busca de uma relacionamento, mas ela conhece pessoas diferentes e aproveita e treina o seu Inglês.

" Eu sou a senhora das minhas emoções. A mestre dos disfarces das minhas fragilidades."
O que eu mais gostei de conhecer e ficou com aquele gostinho de quero mais foi o Adam, pena que ele apareceu pouco. Mariam deixou um ótimo pretendente escapar pelas suas mãos. Apesar disso também gostei do Cauã ele parecia se um cara bem fofo.
Outra coisa que gostei foi que a personagem principal viajou bastante, conheceu pessoas novas e estudou, sonho em fazer isso que ela fez.
Eu achei a protagonista até um pouco parecida comigo. Vi esse livro na época que foi lançado e vi alguns blogs falarem sobre ele e agora eu tive a chance, estava precisando de um livro curto para ler.

"..." Não possuo uma personalidade, antissocial, apenas prefiro o isolamento. Sinto o maior prazer maior assim."
Nunca andei de metro mais gostei dessa frase:
"...Depender de metrô é como viver no conto de fadas " A Cinderela", aproxima-se da meia-noite e deve correr para ir embora. Do contrário, os cavalos viram ratos, a carruagem vira abobora e você fica sem transporte."


3 de junho de 2014

[Músicas] K-pop:


Eu ando muito desanimada e cansada por esses dias e só umas musicas para me animar. Alguns MV'S que lançaram recentemente ou não, como sou viciada em K-pop segue os MV e um em Português.


2 de junho de 2014

[Série] About Boy:

About a Boy narra a história de Will, um solteirão que adora sua vida como é, mas a vê sendo transformada com a chegada de Marcus, um garoto de 11 anos e sua mãe Fiona, que se mudam para o apartamento ao lado.
Para tentar sobreviver à situação e à mudança drástica de seu conforto, Will vê Marcus como uma grande jogada, onde se passará por pai do menino, mas em troca permitirá que ele invada seu espaço, jogue seus jogos e coma carne, algo proibido pela mamãe vegetariana. Mas é aí que o jogo muda, pois Will começa a gostar das visitas do garoto e percebe que esta nova amizade lhe fez enxergar as situações diferentes em seu universo pessoal, como olhar mais para si mesmo e aprender a cuidar do próximo, com a criança transformando o adulto num verdadeiro homem.

Opinião:
Vi essa série em um site e resolvi assistir e nome meio de tantas series canceladas essa foi renovada para a segunda temporada.
Will é solteira e só pensa em se divertir, nunca mantem um relacionamento com ninguém, além de seus amigos. Sua vida da uma reviravolta quando seus novos vizinhos esquistos aparecem Fiona e Marcus.
Nessa série acho legal a forma que é retratado a amizade de Will e Marcus, ele mostra para o garoto coisas fora de sua zona de conforto e ajuda o menino com a doidinha da Fiona.
Eu gosto muito dos personagens e espero que Will e Fiona tenham um relacionamento, pois as vezes eles parecem um casal de verdade, querendo apenas o bem do garoto.
Will deu até uma amadurecida no decorrer dos episódios. A primeira temporada só tem 13 episódios, mais é bem legal para se assistir e se distrair.
About Boy foi baseado em um filme .  Eu acho boa a interpretação dos personagens.

Vídeo: