27 de agosto de 2016

[Música] Playlist da semana #37:

Hey pessoal, a playlist de hoje demorou um pouco para ser postada porque sai, mas agora ele está aqui e espero que curtam.


26 de agosto de 2016

Seguindo Gerações de uma mesma Família:

Hey pessoal, olha eu aqui de novo, sem ideia para um poste descente, bom pensei em um poste, mas o título nem ficou aquela maravilha. Seguindo Gerações de uma mesma Família é um poste que mostra dicas de livros que seguem apenas uma família, seja com filhos, netos, sobrinhos e por ai, não sei se conseguiram captar a minha intensão.

Trilogia O século:
Os livros abrangem muitas famílias, só que são as mesmas que só vai mudando de geração de acordo com os livros. São livros bons, mas um pouco complexos por se passar em épocas de guerra e também por acontecer discussões politicas, não se assustem os livros tem em torno de 900 páginas e o último tem 1072 páginas, bom infelizmente eu ainda não consegui comprar  Eternidade Por Um Fio para ler, quem sabe eu ainda consiga esse ano.
Para não se perder na gerações e na quantidade da família, o livro vêm como uma parte que é a divisão de famílias e seus membros.




Série Sevenwaters 
Eu sempre falo dos livros aqui são histórias que gosto muito, no Brasil por enquanto só tem 4 livros publicados, pelo que sei falta dois e nem sei se te mais livros, a editora vai publicar os livros que faltam ainda, já confirmei com eles.
A história começa com Sorcha e seus irmãos, seguindo nos próximos a geração de sua família de filhos, netos, sobrinhos e o legal das histórias é quem sempre apresentam protagonistas fortes  e com desafios para encarar. As histórias são bem envolventes.



Esse não é um poste totalmente detalhado sobre os livros, porque são apenas dicas rápidas de uma pessoa sem ideias,  espero que tenham curtido. Dos livros que acompanham gerações de uma família, só lembro desses e vocês já leram algum assim? Se leram me falem no poste, para que eu possa conhecer outros títulos


24 de agosto de 2016

Dica de Autor | Rachel Gibson:

Hey pessoal, hoje é um daqueles belos dias que a pessoa não tinha poste pronto e nem uma ideia sobre o que postar, resolvi dar uma dica de autores que curto ler, quem sabe eu traga mais postes nesse molde se vocês gostarem, sempre penso em escrever poste de livros sobre o tema, mas vejo em outros blogs ai desanimo. Espero que curtam a dica de hoje.

Eu li até  hoje só três livros da autora, em breve irei começar o a ler o quarto livro que tenho dela que é Salve-me, mas é uma autora que tenho a intensão de ler outros livros, pois as histórias dela apesar de terem seus clichês, são gostosas e super envolvente que o leitor nem repara as páginas passarem e apesar da quantidade das páginas dá para ler em um dia e no máximo em dois dias.


Sinopse: Cheia de romantismo, humor e picardia, esta história da inigualável Rachel Gibson começa com o casamento, no Texas, da recém-formada Georgeanne com o milionário Virgil, um homem três vezes mais velho que ela. Os únicos talentos de Georgianne são cozinhar e falar muito, mas o que Virgil realmente aprecia nela é o corpo curvilíneo e perfeito. Percebendo que não é capaz de desposar um homem com idade para ser seu avô, Georgeanne larga o noivo no altar e foge com o astro do hóquei John Kowalsky, que joga no time do qual Virgil é proprietário. John não faz ideia da encrenca em que se meteu, e só percebe que está ajudando a noiva do seu chefe quando já é tarde demais. Uma longa noite se estende diante deles, e nenhum dos dois resiste à tentação de passá-la juntos. Mas, no dia seguinte, John dispensa Georgeanne para não comprometer sua carreira, deixando-a com o coração partido e sem rumo. Sete anos depois, os dois se encontram novamente. Georgeanne é sócia numa empresa de catering em seattle e ele deixou os dias de rebeldia para trás.  Outra surpresa aguarda John: ele descobre que aquela noite de amor produziu uma filha adorável e incorrigível, de cuja vida ele quer fazer parte. A paixão por Georgeanne renasce; mas será que ele vai se arriscar, novamente, a incorrer na cólera do seu patrão? Ela, vai aceitá-lo, depois de ter levado um fora dele?
Essa é uma história envolvente, a protagonista é uma garota chamada Rachel que iria se casar por interesse, mas que desistiu no último minuto, ela consegue fugir e tem um caso de uma noite e depois de muitos anos ela  desistir de casar por dinheiro e encontra seu proposito, se dedicando ao seu próprio negocio e demostrando que ela não é uma ignorante e também a sua filha que é tudo de mais importante que ela tem.

23 de agosto de 2016

[Resenha] Da Ordem Ao Caos - Elizabeth Laban :

Título: Da Ordem Ao Caos
Autora: Elizabeth Laban
Páginas: 320
Editora: Farol Literário
Skoob: Link
Onde comprar: Link

*Cedido pela editora
Sinopse: Duncan é o aluno terceiranista do Colégio Irving que ficou justo no quarto do ex-aluno albino da escola, Tim – o garoto que se envolveu em um episódio obscuro para o qual havia muitas perguntas e poucas respostas. Ao entrar em seu novo quarto, Duncan encontra uma pilha de CDs que o ex-aluno lhe deixou com revelações do passado nebuloso e que o levará para uma jornada em seus próprios conflitos, fazendo diversas relações com o tradicional trabalho de conclusão do ensino médio do colégio, o ensaio sobre a tragédia.
Hey pessoal, postando de madrugada porque vou passar o dia inteiro estudando para prova de Matemática I da faculdade e ninguém merece fazer isso no dia do seu aniversário, por sinal hoje dia 23/08 é meu aniversário e estou fazendo 25 anos.

Opinião:
Desde que a editora Farol Literário lançou esse livro, estava curiosa para ler e enfim consegui e gostei do que li.
Da Ordem Ao Caos conta a história de Ducan que está na terceiro ano do colégio particular Irving, ele fica com o quarto considerado pior e como é tradição um terceiranista deixa uma lembrança para o próximo ocupante, com isso Ducan recebe vários CD's gravados por Tim o ocupante anterior do quarto, nesses cd's Tim conta tudo o que aconteceu com ele até levar aos acontecimentos/tragédia que ocorreu na história e que inclusive Ducan viu o que aconteceu já que estava com o pessoal do terceiro ano, na época que ele ainda estava no segundo. Dois personagens diferentes, mas que vão aprender a refletir e quem sabe criar seu próprio ensaio sobre a Tragedia que é o trabalho de conclusão do pessoal do último ano.
“Hoje vejo que, em muitos aspectos, o lugar onde minha história começa é, na verdade, o final de tantas outras coisas.”

22 de agosto de 2016

[Resenha] A Guardiã de Histórias - Victoria Schwab:

Título:  A Guardiã de Histórias
Autora: Victoria Schwab
Páginas: 322
Skoob: Link

Sinopse: Imagine um lugar onde, como livros, os mortos repousam em prateleiras. Cada corpo tem uma história para contar, uma vida disposta em imagens que apenas os Bibliotecários podem ler. Aqui, os mortos são chamados de Histórias, e o vasto domínio em que eles descansam é o Arquivo. Mackenzie Bishop é uma implacável Guardiã, cuja tarefa é impedir Histórias geralmente violentas de acordar e fugir do Arquivo. Naqueles domínios, os mortos jamais devem ser perturbados, mas alguém parece estar, deliberadamente, alterando Histórias e apagando seus trechos essenciais. A menos que Mac consiga juntar as peças restantes, o próprio Arquivo sofrerá as consequências.

Opinião:
A Guardiã de Histórias foi um livro proposto pelo grupo união de blogueiros literários e até que foi uma leitura interessante de se fazer, mas também não é tão bom assim na minha opinião. 
O livro conta a história de Mackenzie Bishop que é uma Guardiã e que precisa retornar as histórias que fugiram do arquivo, cada pessoa tem uma história que vai para o arquivo quando falece. Depois de um ano que o irmão dela morreu a família de Mac acaba mudando de casa e acaba indo parar em um apartamento onde antigamente era um Hotel e que contém várias histórias em cada canto, fora que ela começa a trabalhar ainda mais por conta daquele território ser bem movimentado e por alguns problemas que surgem no arquivo, além disso descobre que não está mais sozinha porque acaba conhecendo  outro guardião.
"Os mortos são silenciosos, e os objetos, quando guardam impressões, nada dizem até que os toquemos. Mas o toque dos vivos é ruidoso. Pessoas vivas não foram compiladas, organizadas - o que significa que são um amontoado de lembranças, pensamentos e emoções, tudo misturado e mantido a distância apenas pelo anel de prata no meu dedo."
Mackenzie é uma garota que perdeu muitas pessoas que amava e que enfrenta muitas responsabilidades por ser uma guardiã , é uma personagem interessante, mas que a autora pecou na minha visão com algumas escolhas da protagonista, até porque não tinha nada haver a relação dela com um personagem, eu sei que ela sentia falta de seu irmão só que acabou se tornando fria na relação com sua família, na verdade parece que a única coisa que ela andava afim era em descobrir os mistérios do novo prédio e de fazer sua função como guardiã.
Wesley foi um personagem que adorei, pena que ele apareceu pouco e ele trouxe uma leveza á protagonista porque ela conheceu outro como ela, só que mesmo assim ela escondeu dele algumas coisas, com medo dele não ser confiável, fiquei aflita com ele no final da leitura.
Bom a história tem a participação de alguns outros personagens que aparecem tanto no mundo dos Guardiões e também alguns moradores do prédio que é a nova casa de Mac.

O livro A Guardiã de Histórias é uma história sem grandes acontecimentos, a premissa é interessante, mas acabou irritando um pouco por conta do sofrimento da personagem, eu entendo o lado dela só que isso fez ela fazer algumas escolhas erradas e o livro foca mais nela tentando descobrir o que aconteceu na onde ela morava, esperava algo a mais e acabei me decepcionando com a revelação, mas pelo menos me distrai com a leitura.
Não posso falar muito sobre o enredo porque pode acabar saindo spoiler, acaba que dificultando na hora de escrever a resenha, mas tentei colocar minha opinião geral.

"Tão lindo que, por um momento, esqueço que as paredes estão cobertas de corpos. Que as estantes e os armários que compõem as paredes, embora adoráveis, guardam Histórias. Em cada gaveta, um suporte de bronze com etiquetas cuidadosamente impressas com um nome e datas. Tão fácil se esquecer disso” 



Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal | Editado por: Denise Crivelli voltar ao topo